Quinta-feira, 27 de Junho de 2013
por jfd

Conto sempre com os transportes públicos para ir trabalhar.

Hoje simplesmente falharam-me. A minha entidade patronal disse que deveria ir de táxi ou marcar férias para este dia.

Para todos os que fazem greve prejudicando o próximo um grande: f*ck you.

Obrigado


tiro de jfd
tiro único | comentar | gosto pois!

13 comentários:
De David a 27 de Junho de 2013 às 15:19
No fascismo é que era bom, porque as greves eram proibidas? F*** U2.


De jfd a 27 de Junho de 2013 às 15:26
Não entendo este comentário, mas considero que seja um grande e inútil disparate...


De jo a 27 de Junho de 2013 às 15:48
Porque não fiz greve hoje:
Estou desempregado como mais um milhão de trabalhadores.
Para os que pensam que se não fizerem ondas os outros lutam por eles f*ck you.


De jfd a 27 de Junho de 2013 às 15:58
Não meu caro fuck you. Tem todos os mecanismos sociais a seu favor. Por isso não se faça de coitado e ao menos conte-nos a história de como o seu centro de desemprego não trabalha nem ajuda em nada. Aí sim podemos reclamar juntos.


De jo a 27 de Junho de 2013 às 17:19
Aumento do horário de trabalho através da redução de feriados.
Aumento da facilidade de despedimentos.
Aumento maciço de despedimentos na função pública.
Redução do valor e da duração do subsídio de desemprego.
Aumento da facilidade em despedir.
Convite/imposição da imigração como solução dos problemas laborais.
Tem aqui elencados algumas das políticas feitas por este desgoverno para aumentar o nº de postos de trabalho. Resultado: um milhão de desempregados.
Mas as medidas funcionam, a realidade é que está errada.
Em 2013 íamos ter o começo dos amanhãs que cantavam - mas parece que foi adiado sine die.
Mas se continuarmos todos caladinhos daqui a 20 anos e 80 Orçamentos de Estado o Gaspar acerta as contas.


De Grevista do sector privado a 28 de Junho de 2013 às 16:59
Você é doente, sabia?


De jfd a 28 de Junho de 2013 às 22:06
Tem receita?


De menvp a 27 de Junho de 2013 às 16:33
LOBBYS PATRONAIS E LOBBYS SINDICAIS UNIDOS:
- ambos, nas suas negociações com os governos, QUEREM MANTER O CONTRIBUINTE DE FORA… de facto, os mafiosos dos lobbys patronais (e dos lobbys sindicais) não querem que QUEM PAGA (vulgo contribuinte) possua o Direito de Vetar negociatas…
.
.
.
--->>> O contribuinte não pode andar constantemente a correr atrás do prejuízo: BPN, PPP's, etc, etc, etc.
!!!...DEMOCRACIA SEMI-DIRECTA...!!!
.
Dito de outra forma:
-> Não seja cúmplice dos 'Políticos Carta Branca': os políticos que querem carta branca para continuar a estoirar milhões e milhões em endividamento...
-> Apoia os 'Políticos Disponíveis para serem Fiscalizados' (pelo contribuinte): "O Direito ao Veto de quem paga".
.
.
.
---> É uma 'regra' da democracia:
- Um ministro das finanças que dê abébias a certos lobbys tem a vida facilitada... pelo contrário, um ministro das finanças que queira ser rigoroso, tem de enfrentar uma (constante) tempestade política.
---> Mesmo depois de já terem sido estoirados mais de 200 mil milhões em endividamento... os 'Políticos Carta Branca' querem estoirar mais: eles continuam a falar em mais e mais despesa... NÃO ENQUADRADA na riqueza produzida!?!?!
-> Mais, para os 'Políticos Carta Branca' já se vislumbra uma luz ao fim do túnel: "implosão da soberania, ou o caos" - federalismo...
.
.
---> Por um sistema menos permeável a lobbys, os 'Políticos Disponíveis para serem Fiscalizados' (pelo contribuinte) farão uma gestão transparente para/perante cidadãos atentos... leia-se, são necessários melhores mecanismos de controlo... um exemplo: "O Direito ao Veto de quem paga" (vulgo contribuinte): ver blog 'fim-da-cidadania-infantil'.
.
.
.
O CONTRIBUINTE TEM QUE SE DAR AO TRABALHO!!!
-> Leia-se: o contribuinte tem de ajudar no combate aos lobbys que se consideram os donos da democracia!


De Cobarde a 27 de Junho de 2013 às 16:44
Já fostes....


De xico a 27 de Junho de 2013 às 16:59
Eu tenho de contar, todos os dias, com os meus próprios meios para ir trabalhar: não há transporte públicos. A greve não me prejudicou nadinha. Nas zonas onde o Estado faz "greve" aos transportes públicos todo o ano devia haver redução nos impostos.
Quando descobrir como fazer greve sem prejudicar o próximo, e se isso tem alguma eficácia, por favor informe-nos. Na Coreia do Norte também não se faz greve: emigre para lá, ou então, f*ck you.


De menvp a 27 de Junho de 2013 às 17:50
«Na Coreia do Norte também não se faz greve: emigre para lá»
.
-> Olha mais um mafioso a querer… COMER O CONTRIBUINTE POR PARVO!
.
-> Os lobbys sindicais poderão efectuar negociatas com os governos… só que… depois a coisa terá que passar pelo 'CRIVO' do contribuinte: "O Direito ao Veto de quem paga" ( blog 'fim-da-cidadania-infantil').


De jfd a 27 de Junho de 2013 às 18:33
Isso quer dizer o quê?


De menvp a 27 de Junho de 2013 às 20:34
Os lobbys poderão espernear/negociar normalmente com os governos… só que… depois… a coisa terá que passar pelo ‘CRIVO’ do contribuinte: "O Direito ao Veto de quem paga".
.
.
.
DEMOCRACIA SEMI-DIRECTA:
- Todos os gastos do Estado (despesas públicas superiores a - por exemplo - 1 milhão de euros) que não sejam considerados de «Prioridade Absoluta» [nota: a definir...] devem estar disponíveis para ser vetados durante 96 horas pelos contribuintes.
{nota: a forma de vetar... deverá ser através da internet no "Portal dos Referendos" (portal que deverá vir a ser criado) -> aonde qualquer português com número de contribuinte, e maior de idade, poderá entrar e participar}
- Para vetar [ou reactivar] um gasto do Estado deverão ser necessários 100 mil votos [ou múltiplos: 200 mil, 300 mil, etc] de contribuintes.



comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds