Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2012
por Mr. Brown

Lido este post do Luís M. Jorge, permitam-me duas observações: primeiro, para o ponto que o Luís pretende marcar parece-me um equívoco focar a riqueza dos congressistas americanos. Houve uma batalha de milionários? Sim, mas os congressistas só participam nela uma vez que são eles quem decide o vencedor final. Percebamos: por muito que quase metade dos congressistas sejam milionários, a esmagadora maioria continua a precisar de quem lhes financie as campanhas. Dito isto, diga-se que no caso da SOPA e da PIPA a batalha central foi entre os milionários de Silicon Valley e os de Hollywood. Nesse sentido, é de facto uma sorte os americanos terem gente endinheirada de ambos os lados a fazerem lóbi junto dos representantes do povo (nota: mesmo nos states, há casos onde não têm tanta sorte). Em segundo lugar, em Portugal também temos, de certa forma, a nossa SOPA e a nossa PIPA, chama-se Projecto de Lei 118/XII (já me referi a ele aqui). Quem trava tal batalha? De um lado uma SPA falida, do outro um conjunto de cidadãos com carteira pequena que percebeu que lhes queriam ir ainda mais ao bolsos. Quem me dera que também no nosso caso tivéssemos milionários de um e do outro lado a travar tal batalha. Mas para nosso azar, por estas bandas, não abundam nem os milionários progressistas, nem quaisquer outros. Tenho pena.


tiro de Mr. Brown
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De MCosta a 19 de Janeiro de 2012 às 01:12
Fiquei a perceber consigo que os milionários são nossos amigos. Pena que não existam em Portugal milionários, só simples trabalhadores.


De Mr. Brown a 19 de Janeiro de 2012 às 01:29
1. não disse que são amigos de quem quer que seja.
2. não disse que não existiam em Portugal.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds