Segunda-feira, 21 de Maio de 2012
por Filipa Rilhas Reis

O homem é um fenómeno. É. Não me venham dizer que não. Há efectivamente o fenómeno Relvas. Odiado em todo o lado. Dentro do partido. Fora do partido. Por toda a oposição. E pelo simples cidadão que nem sabe quem ele é, mas já não gosta à partida. Em princípio, e por princípio. Só porque sim, e chega-lhe. O Relvas é perigoso. É perigosíssimo. Já ouvi tanta gente dizer que tem medo do Relvas. Eu própria já não sei se é boa ideia encontrá-lo por aí num qualquer passeio de uma rua. Deus me defenda nessa hora. Ele é o homem do aparelho, contam-me. Sei lá eu o que é o aparelho. Expliquem-me. Ele manda no Passos, adiantam. Mas tipo quê, manda como, pergunto. Manda, manda, insistem comigo. E eu ok, tudo bem. Ele é o cérebro do Governo, proferem em tom reprovador. E então? Digo eu. Haja gente com cérebro no Governo. Se for só ele o único, é que é capaz de ser chato. Toda a gente cede às pressões do Relvas, Filipa. O Relvas é um manipulador e um chantagista. Não há ninguém que não sofra influências dele. Ninguém? Questiono. E é neste nanossegundo que me sinto um bocadinho miserável, quase tanto como quando percebi que nunca tinha recebido uma mensagem do Jorge Silva Carvalho. Mas continuam, o Relvas é um tirano. O Relvas é habilidoso. O Relvas tem cara de cínico. O Relvas é cínico. O Relvas é austero. O Relvas é um judas. O Relvas é uma vergonha. O Relvas é isto. O Relvas é aquilo.

O Relvas é um Dantas. Morra o Relvas, morra! Pim!

E posto isto, ando aqui eu (muito agastada) há três dias a questionar o que iria ser revelado sobre o Relvas, que nunca tivesse sido dito antes. Eu que já ouvi chamarem de tudo ao homem, estava curiosa para saber o que sabia a jornalista do Público. E que acabou por não dizer. Será que ela descobriu onde é que o Relvas escondeu a Maddie? Ou para onde levou ele o Rui Pedro. Ou será que a Rosalina Ribeiro…

E aproveitando uma frase do Pedro Santos Guerreiro utilizada hoje em editorial no Jornal de Negócios, termino este texto dizendo:

“Nem ter toda a razão é razão que chegue para destruir quem não nos convém.”


tiro de Filipa Rilhas Reis
tiro único | comentar | gosto pois!

38 comentários:
De jfd a 21 de Maio de 2012 às 16:57
Muito bom.
Mesmo.
E por entre a espuma das noticias e noticieiros vai passando aquilo que interessa.


De matateu a 21 de Maio de 2012 às 17:27
Pois, já o maquiavel de serviço no tempo do Socrates, era outro: o Augusto Santos Silva, era ou não era? Obviamente, já sabemos que o Relvas é geneticamente incapaz de fazer coisas más, ao contrário do outro. A não ser que se prove tal coisa em sentença com trânsito em julgado no supremo tribunal de justiça. E, obviamente, nunca se provará que o Relvas ameaçou uma jornalista, que, para mais, é uma classe que quer fazer mal ao Relvas, como se sabe. Só não se comove com essa frase do Pedro Santos Guerreiro quem tem um coração de pedra.


De Filipa Rilhas Reis a 21 de Maio de 2012 às 18:41
Matateu exacto. Até sentença em contrário há presunção de inocência. Ainda mais porque não há factos públicos e notórios do que se diz. O que é uma pena, diga-se. Assim não tem tanta graça, nem se pode comparar ao caso daquele rapazola que andou a pilhar gravadores aos jornalistas, ai como é que ele se chama, aquele deputado do PS, pois.
E fico muito contente em saber que tem coração.
É muito bem vindo ao Forte, sempre.


De matateu a 21 de Maio de 2012 às 21:31
Filipa, além de coração, tenho cabeça para pensar, e confio mais nos jornalistas e directora do jornal do que no Relvas. Eu acredito no comunicado do jornal. A Filipa fica com pena do pobre do Relvas, coitado, mas paciência. Mas acho muito bem que mantenha, em todas as circunstâncias em relação aos políticos esse princípio de que não deve acusar ou insinuar o que quer que seja, sem que o tribunal condene. Nem corrupção, nem favorecimentos, pressões sobre jornalistas, nada. E que se insurja contra quem acuse os políticos dessas coisas. Tem mais posts desses a fazer sobre politicos que têm vindo a ser acusados pela opinião pública, em posts de blogs, comentários, etc?


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 02:49
Matateu, repare que eu não tenho pena do Relvas. E não acredito em ninguém. Nem jornalistas, nem directores. A fibra de uma pessoa não se vê pela profissão que exerce. Sei lá eu quem diz a verdade. Não conheço as pessoas envolvidas. Eu gosto mesmo é de escrever assim uns textos no gozo. E gosto mais ainda de ter pessoas a levar os textos que eu escrevo no gozo, muito a sério.
Mas ouça, adoro que venha, volte sempre. E aponte-me o dedo, e faça perguntas, e juizos de valor, e o que quiser. Haja tempo e eu respondo. Tipo agora.


De matateu a 22 de Maio de 2012 às 09:40
Ah, é tudo no gozo. Pensava que essa história de até haver sentença em contrário haver presunção de inocencia, era a sério. E então, também estava a gozar com essa frase do Pedro Santos Guerreiro? Não se faz :)


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 11:42
Não seja demagogo. Ora que coisa. Não interprete o que eu disse de forma a desvirtuar o que foi dito. Ou interprete. Sei lá. Aqui para o caso dá-me igual. Serei sempre responsável por aquilo que escrevo. Mas nunca o serei pelo que etende do que eu escrevo. Ou do que quer entender.


De matateu a 22 de Maio de 2012 às 12:24
Whatever, rica. Isto é tudo a brincar. Eu também estava no gozo.


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 12:49
Cest bon, Matateu. Tendo tempo e brinco consigo também. E com os assuntos em questão. E com a vida no geral. Tipo agora.

E agora a sério, bem vindo sempre.


De Marão a 21 de Maio de 2012 às 17:40
Apresenta-se o que se sabe: Miguel Relvas que inicialmente desmentiu a recolha da fruta (nem sequer se lembrava de tal e muito menos de a ter descascado), acabou por admitir depois no Parlamento essa recepção via email dos referidos documentos, aos quais garantiu nunca ter respondido. Isso está gravado e não desmente que Relvas começou desde logo por mentir, perdão não terá dito toda a verdade! Negou primeiro, o que mais tarde confirmou, deitando por terra qualquer garantia de crédito para a versão mais fresca de que nunca terá respondido. O primeiro ministro tem que ficar a saber que nós sabemos que qualquer ministro tem o direito de atacar a imprensa desde que não abuse, mas o que não pode é mentir aos portugueses, e é isso que em primeiro lugar está em causa para além da alegada transparência que o 1º ministro se apressou a carregar. Não adianta portanto tentar desviar a atenções, que a coisa vista á luz desse pecado original que não pode ser diluído , mais que aconselhar obriga a que se Relvas vier a sair, Passos terá que o acompanhar nesse adeus. Por este caminho tal desenlace apenas nos refrescará a memória, e não suscitará por mais uma vez a nossa pena, de tão maltratado o código de ética de sucessivos governantes.


De Filipa Rilhas Reis a 21 de Maio de 2012 às 19:18
Por falar em primeiro ministro agora lembrei-me. Então e aquele outro tão engraçado, que até acabou com um jornal das sextas feiras, de tão incómodo que era ao poder, ou lá o que foi.
Foi uma coisa muito gira. Mas muito estranha e muito diversa. Uma não sei quê ongoing, e face oculta, e tvi, e freeport... Eu ria-me muito. Achava muita graça. Porém não tanta como achei ao Pavão. Ai o pavão. Viu?


De Marão a 21 de Maio de 2012 às 20:41
O meu agradecimento pela atenção prestada. A referência que faz a situações anteriores tem toda a razão de ser, e é por isso mesmo que na opinião deixada faço também referência "ao código de ética tão maltratado por sucessivos governantes". Em todo o caso sendo aqui o episódio Relvas o fulcro da notícia , foi mais por aí que me fixei, confessando que não gostaria de ver um paralelo com as tenebrosas práticas que nos recorda.


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 02:54
Marão, nada que agradecer. A referência a situações anteriores, são apenas e só isso. Referências. Se não foram levadas a sério na altura por quem de direito, vou ser eu a levá-las agora? Não.
E o codigo de ética, seja em que matéria for, está a ser maltratado por muita gente. Em todos os campos. Parece-me.
Seja sempre bem vindo. E gosto de ler o que tem, eventualmente, a dizer.


De matateu a 21 de Maio de 2012 às 23:00
Filipa, eu acho que isso não ficou provado em tribunal.


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 02:56
Oh Matateu! Olha que sim. O pavão foi mesmo preso. Nunca mais ninguém o viu. Nunca mais.


De matateu a 22 de Maio de 2012 às 09:36
Eu referia-me ao tal telejornal que acabou, por ser incómodo para o poder. Parece que esse personagem era o diabo em pessoa, muito mais interessante do que o Passos e o Relvas juntos. É gente má que diz isso, porque, como a própria Filipa assinalou a propósito do Relvas, e bem, nada disso ficou provado em tribunal.


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 11:52
Eu percebi ao que se referia.


De Francisca Prieto a 21 de Maio de 2012 às 20:06
A rir há meia hora. Obrigada, Filipa.


De jfd a 21 de Maio de 2012 às 22:33
Eu de sorriso desde que li!


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 02:58
jfd, ehehe, querido! Simpatia. É essa a ideia.


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 11:54
Obrigada eu, Francisca.


De Tiago C a 21 de Maio de 2012 às 21:12
O homem é um fenómeno. É. Não me venham dizer que não. Há efectivamente o fenómeno Sócrates. Odiado em todo o lado. Dentro do partido. Fora do partido. Por toda a oposição. E pelo simples cidadão que nem sabe quem ele é, mas já não gosta à partida. Em princípio, e por princípio. Só porque sim, e chega-lhe. O Sócrates é perigoso. É perigosíssimo. Já ouvi tanta gente dizer que tem medo do Sócrates. Eu própria já não sei se é boa ideia o encontrar por aí num qualquer passeio de uma rua. Deus me defenda nessa hora. Ele é o homem do aparelho, contam-me. Sei lá eu o que é o aparelho. Expliquem-me. Ele manda no Passos, adiantam. Mas tipo quê, manda como, pergunto. Manda, manda, insistem comigo. E eu ok, tudo bem. Ele é o cérebro do Governo, proferem em tom reprovador. E então? Digo eu. Haja gente com cérebro no Governo. Se for só ele o único, é que é capaz de ser chato. Toda a gente cede às pressões do Sócrates, Filipa. O Sócrates é um manipulador e um chantagista. Não há ninguém que não sofra influências dele. Ninguém? Questiono. E é neste nanossegundo que sinto-me um bocadinho miserável, quase tanto como quando percebi que nunca tinha recebido uma mensagem do Jorge Silva Carvalho. Mas continuam, o Sócrates é um tirano. O Sócrates é habilidoso. O Sócrates tem cara de cínico. O Sócrates é cínico. O Sócrates é austero. O Sócrates é um judas. O Sócrates é uma vergonha. O Sócrtaes é isto. O Sócrates é aquilo.

O Sócrates é um Dantas. Morra o Sócrates, morra! Pim!

E posto isto, ando aqui eu (muito agastada) há três dias a questionar o que iria ser revelado sobre o Sócrates, que nunca tivesse sido dito antes. Eu que já ouvi chamarem de tudo ao homem, estava curiosa para saber o que sabia a jornalista do Público. E que acabou por não dizer. Será que ela descobriu onde é que o Sócrates escondeu a Maddie? Ou para onde levou ele o Rui Pedro. Ou será que a Rosalina Ribeiro…

Não percebi, cara blogger, estava a escrever sobre quem?



De Filipa Rilhas Reis a 21 de Maio de 2012 às 23:53
Esse texto foi inspirado no MEU TEXTO, e adaptado. Mudando apenas a personagem. Menos mal, é que quem fez isso, fez também expressa referência a isso. Eu agora é que não percebo a sua pergunta.


De Tiago C a 22 de Maio de 2012 às 16:03
Este texto não foi inspirado (que petulância!) no seu. É uma cópia exacta do seu, apenas mudei a personagem principal. É cópia mesmo, descarada. foi copy/paste directo.
Em relação à minha pergunta, perceber de certeza que a percebe. Agora responder...


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 18:01
Tiago, calma, vamos lá respirar um bocadinho.

E explico, não foi petulância minha, foi mesmo um mal entendido meu. Sabe que houve quem tivesse pegado no texto e feito essa versão Socrática em outros blogs? Tinha acabado de ver um assim tal e qual, daí o meu comentário.

Quanto à pergunta, sobre quem eu estou ou não a falar, no fundo falo de todos, de todos os Dantas que passaram e passam pelo poder comportando-se como tal.

E aqui e agora está o Relvas, mas podia estar o Socrates sim, o Jorge Coelho, o Alberto João Jardim, quem quiser e achar que mereça.
Esteja à votade para trocar os nomes, e falar de quem quiser.


De makarana a 21 de Maio de 2012 às 21:13
claro, mas desde quando é que a má conduta do anterior governo justifica a igualmente má conduta do actual? é que sabe.. a comparação não pode ser feita com os de baixo.Não é a oposição que tem de se calar com este assunto, por sua falta de moral.O governo é que tem de mostrar que é um governo de lobbies e influencias, e que desta vez a transparência e o respeito pela liberdade de expressão passem do papel para a plena prática.Só que para mal dos nossos pecados, mais uma vez mudaram-se as moscas, mas a história é a mesma.Ou seja, fora do poder fala-se umas coisas, mas dentro dele, age-se como sempre.Isto está-se a transformar numa Itália berlusconiana


De fado alexandrino a 21 de Maio de 2012 às 21:48
Excelente post.
Só tenho uma dúvida cartesiana, numa época em que ser promíscuo é (quase) ponto de honra que coisa estranha terá a jornalista feito para se sentir amedrontada.
Tenho algumas ideias mas só as divulgo por sms.


De jfd a 21 de Maio de 2012 às 22:04
Bem folgo em ler que a Filipa não guarda comentários!


De Filipa Rilhas Reis a 22 de Maio de 2012 às 03:03
jfd não guardo comentários, são todos bem vindos.
Que comentem e digam de sua justiça, ainda que me ofendam, vamos embora! Quer dizer, se me ofenderem não terá muita graça. E serão corridos. Mas de resto digam tudo. Que eu tendo tempo respondo. E agora até gostava mesmo de responder a todos, mas já não consigo. Volto depois.


De k. a 21 de Maio de 2012 às 22:17
lolollolol eu adoroooooooooooooo estes posts!

Então??? Não me digam que os jornais escrevem coisas que não vos agrada!??

C'est la vie.

O Socas pirou-se para paris para nao ter de os aturar, mas tem sorte, a mãe é rica... o Miguel Reles tem ar de pelintra, so se vai poder pirar para Cuba do Alentejo :D


De jfd a 21 de Maio de 2012 às 22:35
k... nem de ti esperava este comentário...
Mãe rica?
Fugir da imprensa?

pelooooooooooooooooooooooo amorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr da santa paxorrraaaaaaaaaaaaaaa


De k. a 22 de Maio de 2012 às 10:07
lol

Certo, tu sabes que o homem é rico, certo? Do género, a conta bancaria é muito gorda porque a mãe é filha de um gajo que vendeu muito volframio aos alemães, certo?


De jfd a 22 de Maio de 2012 às 13:15
Discuto o assunto contigo há anos e agora é que te lembras disto? Este spin até me deixou tonto.

Mas m'explica;

Como um rico homem rico como o Socas foi capaz (alegadamente lol) disto?

Alan Perkins disse em tribunal que as verbas pagas rondaram os 200 mil ou 220 mil euros e que, ao longo do licenciamento, fizeram-se outros pagamentos a diferentes pessoas.
Antigo administrador da empresa proprietária do Freeport de Alcochete, Alan Perkins, disse hoje que foram feitos pagamentos ilegais a José Sócrates e outro alto representante para obter a licença ambiental necessária para a construção do "outlet".


Precisava de mais um passeio por Rodeo Drive para mais um fato ou dois?

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=63278


De k. a 22 de Maio de 2012 às 14:05
LOL

Ena pah, o jornalismo para o relvas é uma treta, mas para o socas já é completamente fiável??

LOL


Por toutátis, esqueceste-te rapidamente das conversas de "responsabilidade" antes das eleições!

E relativamente ao adinheiro do socas:
Tens esta noticia de 2012:

http://www.ionline.pt/portugal/vida-paris-mae-socrates-paga-contas

Mas curiosamente, qualquer idiota do Correio da Manhã podia saber isto desde 2009:

http://pauparatodaaobra.blogspot.pt/2009/02/casa-da-mae-de-jose-socrates.html




De Kruzes Kanhoto a 21 de Maio de 2012 às 23:47
O gajo incomoda. E isso é chato. Para além de o tornar num chato.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds