Sexta-feira, 24 de Agosto de 2012
por Maurício Barra

Angolanos votam pela terceira vez em 37 anos

( xiii pá, ai aquilo era mesmo eleição? )

 

“Seis meses antes de o Estado Português da Índia ser tomado pelo Exército indiano, Salazar foi a Goa no voo inaugural da carreira de ligação a Lisboa. Não suspeitava do que iria acontecer”, legenda incluída num livro sobre os anos 60 editado pela Visão/Expresso

sobre uma viagem que não existiu.

( será que aqui houve dedinho do Loff?)

 

“Fazer um referendo sobre a autonomia da Madeira”

 ( este inventa tudo para não pagar as dívidas )

 

Hollande: "Cabe aos gregos fazerem esforços responsáveis para se manterem no euro"

(traduzindo : cabe aos portugueses fazerem esforços responsáveis para se manterem no euro)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Terça-feira, 17 de Julho de 2012
por Maurício Barra

«Narcotráfico mais activo desde golpe de Estado em Bissau»

(alguém tinha dúvidas?)

 

«Investidores veriam com bons olhos flexibilização do défice em Portugal»

(lá vai o PS mudar o discurso: afinal,  os mercados é que são bons)

 

«Presidente francês considera despedimentos na Peugeot Citröen inaceitáveis e exige renegociação»

(se querem despedir, façam-no em Portugal, pensará ele)

 

«Sócrates governou como se não houvesse amanhã;

Seguro faz oposição como se não tivesse existido um ontem»

LuÍs Montenegro.

(a frase da semana)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Segunda-feira, 9 de Julho de 2012
por Maurício Barra

“A minha alternativa ao Governo é pedir mais um ano de moratória“ A. J. Seguro

(a de Passos Coelho era “ter mais um ano de moratória sem a pedir, redução dos juros da dívida e programas de investimento europeu” ; a do Tribunal Constitucional é “ baralhar e dar de novo”)

 

«França “aperta o cinto” para cumprir metas do défice. França revê em baixa previsões de crescimento para 2012 e 2013»

(bem me parecia que o Seguro tinha deixado de falar em crescimento)

 

«Passos Coelho evita cruzar-se com manifestantes em Braga»

(Passos Coelho evita cruzar-se com militantes enviados pelo PC para o apuparem e que a imprensa continua a chamar “populares”)

 

«O Bastonário da Ordem dos Advogados subscreveu as preocupações do PCP sobre a Justiça e elogiou a visão “lúcida e rigorosa" dos comunistas sobre o sector.»

(está certo, esta é a função dos “compagnons de route”)

 

“Vítor Gaspar admitiu hoje que a alternativa a eliminar os subsídios na Função Pública seriam cerca de 100 mil rescisões no sector público.“

(podia começar por aqueles milhares que trabalham simultaneamente no sector público e no sector privado)

 

«UGT: Governo deve pedir mais tempo à troika sem exigir mais sacrifícios aos portugueses» João Proença

(traduzindo: Portugal deve pedir para aumentar a dívida mas... sem pagar mais!)

 

«Israelitas desenvolvem cannabis que não dá 'pedrada'»

(... eu bem  estava convencido que os israelitas eram especialistas em andarem à pedrada...)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Segunda-feira, 2 de Julho de 2012
por Maurício Barra

D. Januário Torgal. “No fim do pagamento da dívida vamos ter uma multidão de pobres”

( . . . .  e se não pagarmos a dívida vamos estar todos na bancarrota ! )

 

"Ainda há sectores com margem para mais austeridade". Fernando Ulrich

( pois há : PPP’s, rendas excessivas, taxa Tobin, . . .  )

 

” Estonian Finance Minister Juergen Ligi. “Our poverty won’t be cured with the recipes that prescribe lavish borrowing, purchasing expensive things and then feeling rich.” »

( eis um ministro que já conheceu “os amanhãs que cantam” )

 

"Das três uma, ou a Constituição mudou sem nós sabermos, ou não era o que as sumidades do direito constitucional diziam que era, ou então não vale nada, existir ou não é a mesma coisa".

( J Pacheco Pereira  quer-nos rumo ao socialismo )

 

"Se o Face Oculta for anulado, o responsável é Noronha Nascimento”

( só agora é que repararam ? )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012
por Maurício Barra

Não há resgate sem austeridade, não há eurobonds sem controlo orçamental e o crescimento tem de vir das reformas estruturais. , Jens Weidmann , presidente do Bundesbank

( diz quem é responsável e nos empresta dinheiro )

 

« Mário Soares  diz que a crise na Europa seria resolvida se o Banco Central fabricasse moeda, “como fazem os amaricanos e os ingleses”.

( diz quem é irresponsável e gasta o dinheiro que nos emprestam)

 

Berlusconi: "Se Merkel não muda o rumo, Berlim deve sair do euro"

( “desculpem lá, mas tenho de me antecipar ao Mário Soares” , pensou Berlusconi  )

 

Jerónimo de Sousa: "PS não pode continuar em cima do muro . . . ."

( . . . . . tem é de cair nos meus braços )

 

Sócrates rejeitou renegociar PPP. O Estado deve "renegociar os contractos existentes e evitar, no futuro, um esquema de pagamentos em que o seu esforço financeiro esteja distribuído de forma desequilibrada". Esta é uma das recomendações do relatório sobre as parcerias público-privadas entregue em Abril de 2011 ao Governo de José Sócrates pelo Grupo de Trabalho coordenado pelo presidente do Tribunal de Contas, Guilherme de Oliveira Martins

( não há virtudes, só vícios públicos e vícios privados )

 

« Decisão da ERC: uma deliberação vazia » Público

( boudoir de esquerda à beira de um ataque de nervos )

 

As 20 potências mais influentes do planeta concluíram na terça-feira a sua sétima cimeira com um claro apoio aos planos da União Europeia para enfrentar a crise com uma maior integração fiscal e bancária

( eh pá, então afinal não é só a Merkel : também o Brasil, a Índia, a Africa do Sul , a . . . . . )

 

« Estou mais preocupado com o dólar do com o euro» Putin

( eu estou mais preocupado com a democracia na Rússia e com o genocídio na Síria ) 


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Quinta-feira, 14 de Junho de 2012
por Maurício Barra

«Isaltino critica combate à corrupção em praça pública.»

(claro!)

 

«Foi em entrevista ao semanário “Sol” que o ex-secretário de Estado das Obras Públicas decidiu lembrar que as suas responsabilidades no escândalo das PPP eram partilhadas com os dois ministros do governo Sócrates que o “tutelavam”. E com o próprio José Sócrates que presidia ao Conselho de Ministros.»

(ou “eu caio mas não é sozinho, tás a ouvir ó Sócrates?“)

 

«O que são “valores nacionais”?»... interroga-se a dr.ª Isabel Moreira

(esta senhora precisa de ler os livros do paizinho)

 

«França. Primeira-dama apoia adversário eleitoral da ex-mulher de Hollande.»

(em França o bisou-bisou dá sempre frou-frou)

 

«Pânico. Gregos levantam entre 100 e 500 milhões de euros por dia.»

 (se para alguns a Grécia é o futuro de Portugal, e ainda que mal pergunte: cá em Portugal o Louçã já levantou as suas poupanças do banco?)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Segunda-feira, 4 de Junho de 2012
por Maurício Barra

«Por qualquer misteriosa razão o jornalista é um ser incólume e intocável, que nunca pode ser nem negado, nem desmentido, nem contrariado mesmo quando diz uma inverdade ou age por transparente má-fé. Enquanto de uma forma geral a classe política é para condenar liminarmente». Maria João Avillez

( fala quem sabe )

 

« Esta boa gente acha que basta dizer "vamos crescer" para que o PIB comece a dar pulinhos de contentamento.» Henrique Raposo

( no socialismo, a realidade é substituída pelos amanhãs que cantam)

 

"Quando o poder reside na detenção e gestão do segredo e na sua eventual comunicação, já não estamos em "democracia", estamos naquilo que, à falta de melhor, se pode designar por "bufocracia". Paulo Rangel

( neste caso, com uma ajuda Expressa e Pública )

 

« O Bloco de Esquerda grego já tem luta para o verão: diz ter a marca registada e vai exigir aos ingleses que paguem pelos Jogos Olímpicos.» Fonseca Ferreira

( de facto, estes senhores são especialistas em argoladas )

 

« no Vaticano, o suspeito do crime é o mordomo.»

( hummm ! o mordomo ? )

 

« Ordenados da EDP não têm implicação na factura da electricidade» António Mexia

( pois não, são os prémios por objectivos ) 


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Terça-feira, 29 de Maio de 2012
por Maurício Barra

Churchill: «Política é a arte de fazer previsões sobre “os próximos anos” e de passar “os próximos anos” a explicar por que razão as coisas não se passaram como estava previsto.»

(daqui a um ano recordaremos o que dizem hoje as Cassandras sobre o euro)

 

«Na Comissão de Inquérito sobre a tentativa de José Sócrates de controlar a TVI, tive ocasião de ver como uma parte significativa da nossa elite política, social e económica mentiu com todos os dentes que tinha para proteger um Primeiro-ministro então “amigo” e também para proteger os seus negócios, presentes e futuros. No final do inquérito, Passos Coelho interveio pessoalmente para proteger Sócrates de conclusões que denunciavam as suas mentiras e o seu papel, e mesmo o BE e o PCP actuaram para evitar as consequências plenas de se verificar que o Primeiro-ministro mentira ao Parlamento. Nenhum quis colocar Sócrates perante as suas responsabilidades e isso por uma razão fundamental: todos pensavam que os portugueses não “compreenderiam” que o Primeiro-ministro pudesse cair porque conduzira através dos seus homens de mão uma operação para controlar uma estação televisiva que tinha noticiários hostis e fazia mossa ao governo. E, deste ponto de vista, tinham razão.

Os jornalistas, por sua vez, salvo raras excepções, é muita indignação e lábia, mas rapidamente se deixam envolver nos “lados” da politização do caso e nas tricas entre jornais e entre eles próprios. Ainda há um pequeno número de órfãos de Sócrates nos jornais, que hoje protestam contra Relvas, indiferentes às sucessivas tentativas de Sócrates de manipular a comunicação social, muitas com êxito.» Pacheco Pereira, in Publico

(quando quer, JPacheco Pereira acerta)

 

«O “discurso mediático” actual do crescimento, introduzido à pressa “quando não se tem uma estratégia”.»

Jorge Braga de Macedo

(professor, crescer é outra coisa, isto é engordar)

 

«Quem mentir, sai»: Passos Coelho

 (ok! mas  isso também abrange os serviços secretos?)

 

«O conselho de redacção do jornal "Público" apresentou a demissão e decidiu convocar eleições, não especificando os motivos da iniciativa. A direcção editorial confirmou posteriormente as pressões de Relvas, mas criticou a forma como o Conselho de Redacção actuou no caso.»

 (ou de como as agendas políticas se sobrepõem à missão jornalística)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Sexta-feira, 18 de Maio de 2012
por Maurício Barra

Passos Coelho diz que desemprego pode ser uma oportunidade

Vítor Gaspar: “A satisfação de vida de um desempregado não se recupera”

( depressa, um seminário sobre inteligência emocional, por favor )

 

O problema dos primeiros de Maio do PC são os treze de Maio de Fátima

( digo eu )

 

“trazer justiça para a França”, “contribuir para a paz mundial e para a preservação do planeta” e “abrir uma nova via na Europa”, constituindo esta num “novo pacto que vai ligar a redução necessária das dívidas públicas ao indispensável crescimento das economias”.  François Hollande, na tomada de posse

( esqueceu-se de perguntar o que os meninos querem do Pai Natal )

 

Seguro: "Já chega de palavras"

( mas então porque não se calou ? )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Sexta-feira, 4 de Maio de 2012
por Maurício Barra

« Austeridade é o "principal desafio" dos governos mas não a única solução »- Merkel

( a chancelarina prepara-se para Hollande e para a Holanda )

 

« J A Seguro deslocou-se a França para acompanhar o comício de encerramanto de François Hollande»

( cada um escolhe as suas subserviências )

 

« Garcia dos Santos saiu da JAE denunciando corrupção nesta antiga empresa pública. Sugeriu a João Cravinho a demissão de onze pessoas, mas o então ministro considerava complicado. Garcia dos Santos hoje explica: "o problema é que era através de uma das pessoas que eu queria pôr na rua que passava o dinheiro para o PS" »

( esta não precisa de comentário )

 

“Precisamos de um novo 25 de Abril?” Não pude acreditar. Temos uma democracia e perguntam se precisamos de um golpe de Estado? Terei chegado por engano à Guiné?- João Carlos Espada

 ( calma, a situação ainda não está assim tão preta )

 

« Os diários já não influenciam a opinião pública.” Ou seja, os jornais “estão a perder o seu papel de intermediários entre a sociedade e o poder”» - Juan Luis Cebrian

(  porque preferiram ser intermediários entre os poderes e a sociedade )

 

« A fragilidade da nossa democracia preocupa-nos » lido na 1ª capa do Público no 25 Abril

( a mim o que me preocupa é a fragilidade da democracia do Público )

 

“ Sócrates terá gasto 460 mil euros em refeições”

( à média de 300 euros  por cada dia útil de governo, digamos que nos comeu bem comidos )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Quinta-feira, 19 de Abril de 2012
por Maurício Barra

 

« Na matau, nada ka na sai la". "Vou-te matar e nada me acontecerá"  frase que  circula nas ruas da Guiné-Bissau.»

( a lei da selva do narcotráfico )

 

«Tendo ficado claro que o Governo não está disposto a mudar contractos unilateralmente tanto no sector da energia como nas PPP – cuja avaliação ainda está a decorrer – resta apostar na renegociação dos contractos. Aqui as armas não são muitas, mas existem, haja alguma imaginação, dizem fontes próximas do processo. Entre elas está envergonhar publicamente as empresas que insistam em manter rendas injustificadas.»

( uma novidade, negociar  e voltar aos tempos de liceu, à táctica das queixinhas )

 

« Tal como está é um exercício antidemocrático, é "a proibição do keynesianismo enquanto resposta de política económica". Pedro Nuno Santos, deputado do PS, ao tratado orçamental.»

( portanto, para este cavalheiro, além de não perceber Keynes, o que quer dizer na sua simplicidade intelectual, é que democracia só com Estado dos socialista . .  mesmo que se vote o contrário )

 

« os turistas espanhóis são barrados por portagens idiotas; portagens que, vejam só, exigem um imposto em troca da entrada em Portugal »

( "sim, somos pobres, mas acima de tudo somos muito estúpidos", diz Henrique Raposo e diz muito bem )

 

« Paulo Pereira Cristóvão reintegrado como vice-presidente do Sporting »

( óbvio, ou têm dúvidas que a decisão fosse outra, tendo em consideração  a informação que o dito cujo pode ter sobre os seus colegas de direcção )

 

« Sócrates tornou-se no único responsável pela crise e isso é "uma estupidez incrível". Almeida Santos »

( claro que não foi só ele : foi ele, todos os que lhe obedeceram, e os que o apoiaram, como você, Sr. Almeida Santos )

 

‎"Ó professora, ele está a chamar-me adjectivos!"

( a melhor frase da semana )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Quinta-feira, 12 de Abril de 2012
por Maurício Barra

« João Proença afirmou que «há deputados do PS que acham que devem colar-se às posições do PCP e do Bloco de Esquerda».

( compagnons de route )

 

« O modelo social europeu está morto.

Observamos que o nível de desemprego é mais elevado nos países com um mercado de trabalho protegido.»Mário Draghi

(de facto, a realidade é reaccionária )

 

« Um ex-Chefe de Estado que já ganha uma reforma vitalícia, ainda quer que o Estado, ou seja, nós os cidadãos, lhe pague os excessos de velocidade?»

( l’État c’est lui  )

 

« CP compra carros de luxo para os seus directores.»

( desde que andem em carris, eles não estragam )

 

« Portugueses têm mais doutorados e mais filhos fora do casamento do que os espanhóis »

( confirma-se : muito os portugueses gostam de ser doutores e de passear o berimbau  )

 

“É arrepiante comparar o discurso do PSD e CDS na oposição com o seu desempenho governativo “ Miguel Sousa Tavares

( é arrepiante comparar o discurso do PS no Governo com o seu desempenho na oposição )

 

« João Gobern dispensado pela RTP depois de ter festejado golo do Benfica,»

( da RTP não, da RTP N )

 

"Dou graças não ter sido eleito Presidente", diz Manuel Alegre

( nós também )

 

« Seguro pronto a enfrentar a obstrução permanente. »

( nesse caso recomendo Purcenide )

 


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Quarta-feira, 4 de Abril de 2012
por Maurício Barra

“PS diz que Governo usou Parque Escolar para criar "cortina de fumo"

( isto porque o PS, sobre o Parque Escolar, queria criar uma cortina de chumbo )

 

“Ponte Vasco da Gama : com os dados que apresenta também eu sou favorável à expropriação da ponte devolvendo aos privados o que lá investiram.”  Medeiros Ferreira.

 ( portanto, devolver o investimento e nacionalizar os custos. Quem paga ? Já sei, são os mesmos que estão a pagar as PPP’s negociadas pelos socialistas )

 

Jorge Coelho ilibado no caso que envolveu o saneamento de uma dívida do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em Santarém, através de um acordo entre a Câmara Municipal e o Instituto de Estradas de Portugal (IEP) . O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora, no despacho datado de 12 de Setembro de 2011ditou o arquivamento do processo por concluir que as actuações dos arguidos eram susceptíveis de “eventual responsabilidade administrativa, financeira, política e até mesmo ética” mas não representavam crime.

( uma certa forma de fazer política ou a arte de desfrutar dos interstícios dos entrefolhos )

 

“ Exames no 4º ano? Um escândalo. «reveladora de uma profunda insensibilidade social que só nos permite classificá-la como discriminatória». A escola inclusiva obriga a não diferenciar entre os que sabem e os que não sabem.” Ana Benavente

( nunca aprendem, nem deixam aprender,  estes básicos profetas do básico)

 

“ Arménio Carlos garante que  a «grande greve geral» vivida a semana passada criou uma «dinâmica» que levou várias empresas a aceitarem aumentar os salários dos seus trabalhadores.”

( vê tudo vermelho: este cavalheiro ainda acredita no Pai Natal )

 

“ Iberia e British querem TAP. As mesmas fontes adiantam que o grupo quer manter o hub (placa giratória) da companhia em Lisboa, aumentando o tráfego na Portela. Tal como não pretenderá usar a TAP para operar voos europeus de baixo custo. A ideia deverá passar pelo aproveitamento das sinergias que as operações da TAP no Brasil e em África trariam para a rede IAG.”

( ou de como elominar o maior concorrente de transporte aéreo do Atlântico Sul )

 

Um estudo publicado no Reino Unido revelou que as mulheres britânicas estão a usar cada vez mais o poder de atracção dos seus seios para atingirem os objectivos a que se propõem.

( eis um assunto que só pode incomodar algumas mulheres; dos homens, não oiço nem uma queixa )

 

“ Reequilíbrio à custa da destruição da economia”. Nicolau Santos

( e desequilíbrio obtido à custa da bancarrota. Mas, nessa altura, o NS andava distraído)

 

Vítor Constâncio não descarta necessidade de segundo programa de resgate a Portugal

( estavam à espera de quê ? quando tudo estava mal dizia que estava bem, agora que a situação está controlada e a começar a melhorar diz … que pode estar mal ) 


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (4) | gosto pois!

Quarta-feira, 28 de Março de 2012
por Maurício Barra

“ A greve da CGTP foi uma greve no Estado, dentro do Estado, contra o Estado “ Mário Crespo

( ipsis verbis )

 

“O Governo decidiu deixar cair definitivamente o projecto do TGV para Madrid, único ramal que falta à rede espanhola.”  “O Governo reafirma que, em termos de redes ferroviárias transeuropeias, a sua prioridade está nas ligações de transporte de mercadorias a partir de Sines e Aveiro, visando "reforçar as condições para o aumento da competitividade das exportações portuguesas".

( o interesse nacional finalmente sobrepôs-se ao interesse castelhano do seu El Tgv, e ao interesse corporativo de uns senhores do costume ) 

 

Joe Berardo que admitiu que o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas continuasse na pasta até 2016, a cultura em Portugal "desapareceria toda".

"Pretendemos uma relação normal", disse Viegas, que voltou a afirmar não estar nos seus horizontes a compra da colecção do comendador, defendendo mais uma vez o fim da gratuitidade das entradas no Museu Colecção Berardo, em prol da poupança do Estado e dos contribuintes, onde já foram investidos 30 milhões pelo Estado na colecção do comendador".

( mamã eu quero, mamã eu quero mamar . . .  ) 

 

“Os primeiros resultados da greve geral de quinta-feira apontam para uma adesão superior a 90 por cento dos bombeiros sapadores de Lisboa”

( sapadores bombeiros, assalariados, funcionários da CML, fazem greve; bombeiros voluntários, em todo o distrito de Lisboa, nenhum fez greve. A diferença entre a obediência um partido e o serviço à comunidade)

 

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, atribuiu hoje o aumento da "despesa efectiva" às "despesas extraordinárias" com a RTP.

( bom, então caro senhor primeiro ministro,  chegou a altura de dar cordas aos sapatos e privatizar a RTP )

 

Tribunal de Contas vai accionar os gestores financeiramente pela não remessa de contractos à entidade. O TC diz que esta actuação, do Conselho de Administração da Parque Escolar é passível de “determinar a eventual responsabilidade financeira sancionatória, ao abrigo do disposto na alínea h) do n.º 1 do art. 65.º da LOPTC [Lei de Organização e Processo do Tribunal de Contas]”.

( ah, bom, afinal alguém leu Dostoievski )

 

BES apoia a proposta de nomeação de Teixeira dos Santos como administrador não executivo na PT . . .

Teixeira dos Santos "constituiria uma mais-valia de relevo para a PT". Faria de Oliveira

(  a força permanente do situacionismo )

 

“ O Acordo Ortográfico é um acordo de Homens sem H “

:) :) :) 


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
por Maurício Barra

"A cama está posta" para um novo Sidónio Pais, alerta Pacheco Pereira."

( bom, mas esperem aí ! um populista autoritário não é um sujeito que só diz o que as pessoas querem ouvir? não é um tipo que mente para ganhar as eleições? que oculta dados para as pessoas não saberem a verdadeira realidade económica? que monta sistemas de informação e contra-informação para controlar a imprensa? Mas, mas isso não está para vir. Já veio. E os portugueses puseram-no na rua no ano passado! )

 

"No que a políticas diz respeito, a mensagem do lado da troika é só uma: seja com quem for na pasta, as reformas no sector da energia, tal como acordadas no programa de ajustamento, são para manter, sendo esta considerada uma das reformas essenciais do programa."

( eis a troika ao lado dos portugueses )

 

"Carlos Zorrinho, presidente do grupo parlamentar do Partido Socialista, foi secretário de Estado da Energia e da Inovação durante o segundo Governo de José Sócrates."

( eis Carlos Zorrinho ao lado da EDP )

 

" O Ministério Público vai investigar catorze ministros do último governo socialista, incluindo o ex-primeiro ministro, José Sócrates, por suspeita de uso de dinheiro do Orçamento do Estado no pagamento de despesas pessoais, noticia a edição de hoje do Diário de Notícias.

A investigação foi pedida pela Associação Sindical de Juízes Portugueses (ASJP), que apresentou um conjunto de documentos referentes a despesas de representação, uso de telefone e de cartões de crédito atribuídos a ministros, secretários de Estado e a chefes de gabinete do último executivo de José Sócrates."

( o dolo público começava nas prebendas pessoais )

 

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, assinou um decreto que aumenta o número de feriados no início de maio, altura em que toma posse na presidência do país.

( antigamente, nas Monarquias, o aniversário do Rei ou da Rainha era feriado nacional.

Putin readapta o sistema porque sabe que inflaccionar feriados é popular nas economias de casino )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Terça-feira, 13 de Março de 2012
por Maurício Barra

«José Sócrates nunca soube lidar com a perda da maioria absoluta, teve uma “acção política obstinada”, ignorou de “forma deliberada” os avisos, escondeu a realidade da crise económica atrás de debates sobre “temas fracturantes”, não mostrou “genuíno interesse” em conseguir uma base política estável para cumprir o segundo mandato no governo e foi desleal com o Presidente da República.»

«As suas acções eram claramente anticonstitucionais»

(Cavaco Silva a falar atrasado do que não fez a tempo)

 

«Luís Marques Mendes revelou os seguintes dados sobre redução de serviços do Estado

pelo governo de Passos Coelho:

Direcções Gerais - das 102 existentes há 8 meses, foram extintas 18.

Direcções Regionais - das 43 existentes há 8 meses, foram extintas 29.

Institutos Públicos - dos 74 existentes há 8 meses, foram extintos 17.

Órgãos Consultivos - dos 122 existentes há 8 meses, foram extintos 65.

Outros organismos - dos 18 existentes, foram eliminados 13.

Ou seja, de um total de 359 organismos do Estado, foram extintos 142, uma diminuição de 40%.

(o Estado a emagrecer, o PS a enervar-se e a imprensa . . .  moita carrasco)

 

«Mário Crespo escreveu, este sábado, a sua última crónica no "Expresso". Intitulada "Os comediantes", nela refere que achou "deplorável" a maneira como o semanário "não cumpriu o 'Dever de Resposta' a que Luís Marinho tinha direito".»

(a direcção do Expresso - Ricardo Costa, Nicolau Santos, João Garcia - tem um problema com o facto de a democracia, para o ser, ter de ser liberal, ou seja, aceitar e respeitar opiniões e acções diferentes, desde que respeitadoras da lei e da ética. Esta direcção tem uma agenda política de esquerda em que quer sempre que a democracia seja a "sua versão", na qual a liberdade individual de um colunista de direita tem de estar "controlada")

 

«Marinho Pinto ataca coordenador para saúde mental»

(eis um problema que o senhor bastonário pode resolver dentro de casa)

 

«Tribunal Constitucional confirma condenação por financiamento ilegal ao PS. Dirigente socialista e antigo vereador recebeu verbas da empresa BragaParques e de um promotor imobiliário local.»

e

«PS regozija-se  por pedido de fiscalização da constitucionalidade sobre a Lei de Enriquecimento Ilícito»

(óbvio, claro, nem podia ser de outra maneira)


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Terça-feira, 6 de Março de 2012
por Maurício Barra

  

«E se os 30 anos desta próspera e feliz democracia não passassem, no fundo, de um enorme exercício de irresponsabilidade, em que se enganaram os nativos»

( Vasco, Pulido e  Valente, acerta com a bola na barra )

 

«No fim do filme, Tintin associado a Spielberg, o capitão Haddock deixa de ser um alcoólico»

( Miguel Esteves Cardoso constata que Spielberg nunca “foi para os copos” )

 

«Voltemos ao "meia bola e força". Existe na actual governação uma forte dose de "pontapé para a frente e fé em Deus", e de "um modo de jogar atabalhoado, sem arte", onde "a técnica da força se sobrepõe à força da técnica"»

( vê-se logo que Pacheco Pereira não percebe nada de futebol nem do que o Governo está a fazer )

 

« O exército sírio acaba de expulsar de Homs os grupos armados que tentavam lançar uma operação de destabilização a soldo do imperialismo norte-americano e europeu com o apoio da Turquia.»

( eis como, em Cinco Dias, voltámos a 1988 )

 

« A propósito da seca : nunca pensei que a falta de liquidez se tornasse tão literal.»

( o Escafandro emergindo das águas profundas )


tiro de Maurício Barra
tiro único | comentar | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
4 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds