Quinta-feira, 23 de Maio de 2013
por Diogo Agostinho

 

Primeiro sabemos que o digníssimo senhor liderou a revolta no Conselho de Estado. Agora vem falar de “questões mortais”, sobre eleições antecipadas.

 

Aí está o nosso D. Quixote em acção. O ponderado e sério. Sempre digno e respeitoso. É ele Jorge Fernando Branco de Sampaio!

 

Mas mais extraordinário que esta vedeta vir falar, é puxar pela cabeça e lembrar-me dos seus grandes feitos como político. Destaco três obras do que de mais relevante fez e que indubitavelmente marcou a sociedade portuguesa.

Ora vejamos: Venceu em Lisboa, contra o mergulho do ano, apesar de ninguém se lembrar do que fez como Presidente de Câmara em Lisboa... 

E como Presidente de “todos os Portugueses” sabemos que... andou num lufa lufa com o pântano de Guterres e demitiu um Governo com uma maioria absoluta no Parlamento, por questões de regular funcionamento das instituições.

Acções? Obra? Doutrina? Não. Vazio completo e voz de ressonância bem embalada na capa dos “sérios do regime”.

 

Sabíamos que havia mais vida para além do défice, sabíamos que gostava muito dos compinchas do Partido sempre pronto a acudir, entre o pântano e o na altura menino de oiro, mas agora sabemos que é mesmo fetiche isto de eleições antecipadas para tão nobre figura. 


tiro de Diogo Agostinho
tiro único | gosto pois!

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds