Sábado, 8 de Junho de 2013
por Fernando Moreira de Sá

O facebook é mesmo assim. Um visigordo anda distraído a ler o que lhe aparece no mural e dá de caras com coisas destas de um magrebino.

 

Que não se pense que o autor da prosa se enganou quando escreveu "hospitaleira gente do Porto". Não, muitos deles pensam mesmo isto. Mesmo. Consideram a malta do Porto (e do Norte, não se iludam) um bando de arruaças, de pacóvios, saloios e provincianos. Acham, acham. 
Obviamente, esquecem o autocarro de adeptos incendiado, o assassinato de um adepto numa triste final da Taça de Portugal, as agressões no seu pavilhão. Esquecem. Eles são uns meninos de coro e para eles somos todos donos do "Calor da Noite". Pois é.


Porém, as senhoras do "Calor da Noite" são bem mais sérias que autores deste tipo de prosa.


tiro de Fernando Moreira de Sá
tiro único | comentar | gosto pois!

8 comentários:
De Miguel R a 8 de Junho de 2013 às 10:05
Como nortenho, não admito a si e a ninguém que me use para considerações futebolísticas. Como centenas de milhares, sou nortenho e benfiquista. Preconceitos entre cidades, regiões ou clubes há para os dois lados. Violência também. A questão está na impunidade!! A claque do Porto faz o que quer e lhe apetece (enfim, têm os seus limites) e nada lhes acontece! Pense nos incidentes que referiu e diga-me se não houve consequências judiciais na maior parte dos casos?

Vivo em Lisboa e aqui os portistas festejaram à vontade, desde o Campo Pequeno ao Marquês. Ninguém os incomodou, como me comprovou um amigo meu, portuense e portista, a viver em Lisboa. Poderia eu festejar um título do Benfica na Av. Aliados!? Nem em sonhos... os super subiriam da «sua» ribeira e já se sabe o resto. Ameaçam e agridem tudo e todos, inclusive gente da cidade e clube, e nada lhes acontece!

As entidades policiais e judiciárias da zona do Porto são uma vergonha.

E quem lhe diz isto tem como melhores amigos portistas, tal como o meu irmão e adora a cidade do Porto.


De Fernando Moreira de Sá a 8 de Junho de 2013 às 13:08
Portanto, na sua opinião, os SD são o que são e os outros são todos uns inocentes. É uma coisa um pouco a preto e branco. Contudo, é a sua opinião, tão válida como a minha. Eu só acho é que nesta matéria não temos inocentes de um lado e do outro. E os tipos dos SD que costumam "ir dentro", de quando em vez, são esquecidos.
O que não impede uma outra coisa que está no texto do senhor adepto do Benfica e no meu: a forma como uma parte significativa olha para o Norte, sim, o Norte - no pensar desses senhores, "Norte" é tudo aquilo acima de Vila Franca de Xira.

Meu caro Miguel, que "biolência" essa coisa do não admite. Vou já chamar o Macaco dos SD!


De Cobarde a 9 de Junho de 2013 às 22:08
Para mim as claques têm todas gente mal intencionada, não faço cá distinções. Só levanto a questão da impunidade. Este país não avança por isto mesmo, seja no futebol, na política, negócios...

Quanto a essas visões do Norte, isso só qualifica o que as têm, ainda hoje estive numa actividade pública e ouvi o melhor de lisboetas da cidade do Porto. E não foi de um, foram de quatro. E todos realçavam como melhorou a cidade, como está mais limpa, cheia de turistas. Enfant...

Uns piropos de vez em quando não fazem mal a ninguém, têm é que ser saudáveis. Duvido sempre dos que são sempre políticamente correctos.

O admito é para chamar a atenção, lol


De Miguel R a 12 de Junho de 2013 às 10:19
Não sei porque aparece cobarde no meu comentário. Mas se é da responsabilidade do Fernando estamos conversados.


De Fernando Moreira de Sá a 13 de Junho de 2013 às 19:03
???????


De Miguel R a 13 de Junho de 2013 às 19:16
O nome do comentário: De "Cobarde" a 9 de Junho de 2013 às 22:08 é de minha autoria, porque aparece lá como sendo autoria de "cobarde"?


De Daniel João Santos a 9 de Junho de 2013 às 16:06
como benfiquista, tu bem sabes que sou, só posso repudiar o escrito daquele tal de Afonso que, como se diz aqui na minha terra -aqui no Norte-, é um verdadeiro martelo.


De Cobarde a 10 de Junho de 2013 às 22:17
Coisas verdadeiramente importantes: passaram 50 dias sem os subservientes jornaleiros de serviço perguntarem ao Pinto da Costa algo sobre o livro do Casagrande. Passaram 26 anos sobre os alegados factos, que na altura criam grande suspeição junto do Bayern. Ainda ninguém lhes foi perguntar nada. entretanto por cá, ninguém acha estranho que um treinador da 1ª liga tenha dito que queria que o Paços deixasse ganhar o Porto porque o jogo já não lhe interessava (presume-se que com ele estejam sempre 6 pontos garantidos); por cá ninguém acha estranho o que se passou na última jornada e nos factos posteriores a ela. Eu nortenho e benfiquista, sinto-me envergonhado por poucos achincalharem o nobre carácter dos muitos que por aqui nasceram. Mas pronto, importante é atirar pedras para um artigo mais exacerbado num jornal que levanta o véu para a verdade. Feitios e palas...


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds