Terça-feira, 1 de Novembro de 2011
por João Espinho

Durante a madrugada, e enquanto as bruxas esvoaçavam em vassouras envelhecidas (é a crise!), o Pedro Correia convidou-me para ser mais um índio (ou cowboy) nesta longa metragem. E apresento-me aqui, hoje, em dia de Santos, de todos os Santos, antes que o Xerife me mande para perto dos anjos, isto é, para o mundo dos finados. Não esperem grandes tiroteios, pois em tempos de austeridade temos que poupar munições, mesmo com o perigo de elas se transformarem mais tarde em tiros de pólvora seca.

Pronto, aqui estou, entre a noite das bruxas e o dia dos nossos mortos. Numa tarde de santos, eu, que de santo nada tenho.

 

 

foto: joão espinho


tiro de João Espinho
tiro único | comentar | gosto pois!

5 comentários:
De Rodrigo Saraiva a 1 de Novembro de 2011 às 19:38
welcome João a este Forte. que a força do Alentejo esteja connosco ;) abraço


De João Espinho a 6 de Novembro de 2011 às 00:35
Obrigado, Rodrigo.
Um abraço


De Pedro Correia a 1 de Novembro de 2011 às 22:48
Bem-vindo ao Forte, João. Grande abraço.


De João Espinho a 6 de Novembro de 2011 às 00:36
Grato pelo convite e pelas boas-vindas.
Um abraço.


De Mr. Tyree a 2 de Novembro de 2011 às 18:40
Olha, olha, mais um adorador do grande Nanabozo e do gang da Nanabóza. Mas que bozos mais impagáveis, como dizem os barrigas azuis...


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds