Terça-feira, 1 de Novembro de 2011
por Rui C Pinto

A Europa está em choque com o facto de os gregos poderem pronunciar-se quanto ao seu futuro. E isto, aquilo, aqueloutro e estoutro são notícias vexatórias para todos nós. O governo grego, a braços com um país mergulhado num caos económico e social, decide, e bem, vincular o povo a uma solução por forma a criar condições políticas para a saída da crise. Consequentemente Paris, Berlim e Roma estremecem com o enorme estrondo das bolsas e dos juros da dívida dos periféricos. 

O milionésimo plano de salvação do euro está ameaçado, imagine-se, pela soberania do povo grego. A postura de Merkel que tem sido a de uma total impotência perante a opinião pública alemã, parece não respeitar do mesmo modo a opinião pública dos gregos. Volto a repetir o que escrevi há um mês e que é hoje mais que evidente: enquanto o plano de salvação do Euro não incluir os gregos nas suas negociações não há salvação possível. São os gregos que estão ao leme da Europa. Os franceses e os alemães vão no cesto da gávea.


tiro de Rui C Pinto
tiro único | gosto pois!

De Arame Farpado a 1 de Novembro de 2011 às 22:29
Oh Paulinho, estamos a ficar preocupados?
Ainda bem.
Só espero que não façam 50 referendos até os Gregos dizerem "sim".

Já viste, Paulo, a chatice que se tinha poupado se tivessem perguntado ao cidadãos europeus se queriam seguir por este caminho?
Imaginas qual seria a resposta dos europeus a esta União Europeia se lhes tivessem explicado qual é a vossa ideia?
Claro que imaginas, Paulo. Tu e os teus colegas políticos. Por saberem que, nomeadamente os portugueses, seriam contra perder tudo aquilo que vocês teriam de tirar para a vossa mesquinha ideia de projecto europeu é que nunca nos perguntaram se queríamos entrar para a CEE, aderir ao Euro, assinar o Tratado de Lisboa...

Desejo ardentemente que os Gregos digam não e que tu, os teus colegas de Governo e os teus amigos europeus, fiquem com as calças na mão, borradinhos de medo. Que caia o Euro, a Merkel, o Sarkozy, o Passos, tu e todos os outros como vós.

Sim, as dificuldades que passaríamos e o catano...
Deixa lá isso. Dificuldades é sermos roubados por vocês.

Olha, já que estás na Venezuela, manda um abraço ao Hugo da minha parte está bem?
Faz boa viagem de regresso.


De Rui C Pinto a 1 de Novembro de 2011 às 22:49
"Sim, as dificuldades que passaríamos e o catano...
Deixa lá isso. Dificuldades é sermos roubados por vocês."

Você está a menosprezar as dificuldades que viverá perante o não grego... Ai está, está...


De Arame Farpado a 1 de Novembro de 2011 às 22:56
Não Rui, não estou.
Anseio que sirva de catalizador para mudar de paradigma.
Não acredito que esta austeridade sirva para nada, entende? É uma convicção pessoal.
Sacrifício por sacrifício, por maior que seja, que não seja por mais do mesmo.
Isto não terá uma saída para a frente.
Você está a menosprezar o buraco que é esta Europa. Ai está, está...
Cumprimentos.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds