Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011
por Francisco Castelo Branco

A derrota do FC Porto frente ao Apoel para a Liga dos Campeões veio a por a nu algumas das fragilidades dos azuis e brancos. Já o empate concedido em casa diante dos cipriotas tinha sido surpreendente. É verdade que os dragões lideram na Liga mas os verdadeiros testes vêm aí com Olhanense e Sp.Braga.

Apesar dos jogadores serem praticamente os mesmos, o futebol jogado é incrivelmente inferior ao da época passada. Vitor Pereira em vez de dar continuidade ao legado de Villas Boas preferiu impor as suas próprias ideias. Está no seu direito, mas mudar o chip de uma equipa de um ano para o outro não é aconselhável. Vitor Pereira deveria dar tempo e começar com o futebol ganhador do FC Porto da época passada.

É incrivel que jogadores de qualidade como Moutinho, Hulk, Varela ou mesmo Belluschi desçam de produtividade de um ano para o outro. Não é mentira que a procissão ainda vai no adro mas este FC Porto ainda terá adversário dificeis pela frente.

Estando as coisas a correr mal em Londres, ainda é provável que Villas Boas regresse ao Dragão a tempo de o fazer campeão.


tiro de Francisco Castelo Branco
tiro único | comentar | gosto pois!

5 comentários:
De PC a 2 de Novembro de 2011 às 15:22
Ao que parece sentiu-se mal no regresso ao Porto.

Imaginem o cenário:

- Vítor Gravatas leva o Porto a uma derrota no Chipre, Pinto da Costa pelo nervosismo morre na viagem até ao Porto de ataque cardíaco.

Acho que se isto acontecesse a cor da gravata seria o último problema do Vítor, ia começar a ter que escolher a cor da cadeira de rodas...
In : Gordovaiàbaliza


P.S. O problema tem mais a ver com a cor do cabelo da Lady GaGa ...


De Dylan a 2 de Novembro de 2011 às 15:56
Villas Boas não é nenhum salvador. É alguém que foi alavancado pela comunicação social e que beneficiou de uma conjuntura desportiva favorável, logo no início do campeonato, quando Sporting e Benfica foram afastados deliberadamente da discussão do campeonato. Sim, afastados. Aliás, vê-se pela magnífica carreira de Villas Boas em Inglaterra... Faltam-lhe as ajudas!


De Fernando Moreira de Sá a 2 de Novembro de 2011 às 18:24
Um belo tiro de arranque. Ora venham de lá essas postas que na guarita estamos atentos, eheheh.


De Cobarde a 2 de Novembro de 2011 às 18:31
Tempos de mudança até no futebol cá do burgo !

Pinto da Costa em entrevista à SIC 2007:
(...)
Jornalista SIC: E gastaram menos de treze milhões em compras.

Pinto da Costa: Sim, por aí. De jogadores que eu não tenho a mínima dúvida. Não compramos Manducas nem Marceis . Compramos jogadores que daqui a dois anos, quando renovarmos a equipa se calhar estaremos a dizer “como é possível vendermos este jogador?”. É possível porque quando um jogador é comprado... eu vou-lhe dizer uma coisa curiosa. O Leandro Lima, que nunca ninguém tinha ouvido falar, foi comprado por 2 milhões de euros. Ainda não tinha chegado ao FC Porto e da Alemanha ofereceram-nos 4,5. Sinal...

Quem não trabuca não Manduca, e parece que os cipriotas trabucaram bem mais que os riscadinhos de azul e branco :-)



De raioverde a 2 de Novembro de 2011 às 19:38
quem dera que ele viesse!
o nosso bob tá-se a esquecer que o Porto ganhou a Liga Europa e andava a jogar futebol de alto gabarito!
Pena que o Chelsea tenha sido mais apelativo que ganhar a Champions este ano. Mas pronto, cada um faz as suas opções...


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds