Segunda-feira, 7 de Novembro de 2011
por Rui C Pinto

Ah, que saudades desse tema "quente"... Os feriados... São demasiados? Podem celebrar-se ao fim-de-semana? E que fazer com as pontes? Falo deste tema hoje porque não fiquei indiferente ao artigo de opinião de João César das Neves no DN de hoje: Os limites da política. Nesse artigo César das Neves distingue o feriado em dois domínios: o seu valor de celebração comunitária e o seu valor laboral. Mas vai mais longe: 

 

"O anterior Governo, aquele que levou o País à beira da ruína, achou-se com direito a mudar coisas básicas da sociedade, simplesmente por ter maioria ocasional. Enquanto tratava mal daquilo que lhe competia, atrevia-se a mexer no que tinha o dever de respeitar. Porque a definição de casamento e os limites da vida não podem estar ao sabor de coligações de momento.

(...) Mas o actual Governo, no meio das medidas duras da troika, já exorbita das suas funções quando se pensa com direito a mexer nos feriados."

 

Hum... Casamento e limites da vida para chegar aos feriados... Que terá César das Neves em mente? Estará com receio de perder o feriado da Assunção de Maria ou da Imaculada Conceição?


tiro de Rui C Pinto
tiro único | gosto pois!

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds