Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011
por Constança Martins da Cunha


tiro de Constança Martins da Cunha
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De ogrilofalante a 11 de Novembro de 2011 às 15:08
O procurador deve fazer o mesmo que fez sobre as declarações que o déspota da Madeira fez em relação á independência da ilha. Chuta p'ra canto.


De l.rodrigues a 11 de Novembro de 2011 às 16:34
"Juro, como português e como militar, guardar e fazer guardar a Constituição e as leis da República, servir as Forças Armadas e cumprir os deveres militares. Juro defender a minha Pátria e estar sempre pronto a lutar pela sua liberdade e independência, mesmo com o sacrifício da própria vida."
(Juramento de Bandeira)

Quando o juramento for "guardar o governo e obedecer o sr ministro da defesa", talvez haja razão para ultrage, de outro modo acho que Otelo não disse nada que não decorresse do juramento de Bandeira.
Note que ele não especificou o que era "o limite".


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds