Terça-feira, 13 de Setembro de 2011
por Luís Naves

Transeuntes

 

O que fica da vida vai ficando
é encolher os ombros e ir andando.

O polícia suspira, não há nada para ver
circulem, circulem, vamos a mexer
e a multidão passa, deita a vista
olha com a curiosidade do turista.

 

O passeio compacto, é preciso paciência
e não esquecer os deveres da obediência
Barulho frenético, a enorme agitação
todos calados, em vaga onda de emoção
e o agente continua a ladainha
vamos a andar, que a rua está cheiinha.

 

Circulem, vamos, que a cidade não pára
nem para ver um atropelado sem cara

Acidente de tráfego à hora de ponta
mas continuar na vida é o que conta


tiro de Luís Naves
tiro único | gosto pois!

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds