Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011
por Pedro Correia

Um ex-maoísta, que não cessa de confirmar as suas raízes ideológicas mais profundas enquanto aparenta renegá-las, insurge-se contra a venda de 21,35% da EDP a uma empresa de capitais públicos de Pequim. Aprendamos com a milenar sabedoria chinesa: "Nunca é tão fácil alguém perder-se como quando julga conhecer o caminho."


tiro de Pedro Correia
tiro único | comentar | gosto pois!

6 comentários:
De Inês Tavares a 23 de Dezembro de 2011 às 13:49
Ui, ui -verdade, verdadinha.

Tiro fora de ordem: UM Bom Natal para todos e continuem aos 'tiros'


De Pedro Correia a 23 de Dezembro de 2011 às 15:02
Votos de bom Natal também, Inês. Os tiros serão suspensos na quadra natalícia, substituídos por pombinhas da paz.


De Carlos Dias Ferreira a 23 de Dezembro de 2011 às 14:29
Pedro:

Coerência é coisa que estes fulanos vão perdendo cada vez que abrem a boca mas pelos vistos nem assim aprendem.
Aproveito para te desejar um Santo Natal e um excelente 2012 cheio de coisas boas a nível pessoal e profissional e já agora dizer-te que a mudança começou finalmente a ser feita onde trabalho o que como deves calcular é uma boa prenda de Natal antecipada.
Abraço.


De Pedro Correia a 23 de Dezembro de 2011 às 15:03
Boas festas também para ti, Carlos, e que as rabanadas te façam muito bom proveito.


De Desconhecido Alfacinha a 23 de Dezembro de 2011 às 15:34
Carissimo,

Impressionou-me mais o comportamento da bancada Comunista no que respeito ao voto de pesar pelo falecimento do Václav Havel. Não me surpreendeu mas... como é possível ou antes como continua ser possível tal divorcio da realidade... enfim!

Forte abraço e mais uma vez Feliz Natal a todos em casa,


De Pedro Correia a 23 de Dezembro de 2011 às 22:17
Um forte abraço, meu caro, aqui do Forte Apache. Feliz Natal para si e todos os seus.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds