Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011
por jfd

Não, não gosto do anúncio do refrigerante.

É paternalista, primário e apela a sentimentos básicos de uma forma que me irrita.

Não tenho o instinto da esquerda reaccionária que já inundou a rede com contra-anúncios.

Tenho sim o incómodo, talvez exagerado, de quem vê um produto e um formato que é global tomar para si valores e sentimentos nacionais dando-nos lições que depreendo como moralizadorazinhas e de algibeira.

Epá, já nos levaste o Natal, o Pai Natal, o Urso Polar, os Clubes de Futebol e uma mão-cheia de outras coisas... Agora queres mesmo o quê?

Vai passear!

sinto-me:

tiro de jfd
tiro único | comentar | gosto pois!

1 comentário:
De Jorge a 3 de Janeiro de 2012 às 11:45
A Coca Cola é um lobo vestido de cordeiro. Quando vi o anúncio julguei ser alguma mensagem do governo para dar ânimo ao país. Sorri de ironia quando vi o logo da Coca Cola. Não deixa de ser um paradoxo uma bebida que gera receitas de milhões a meia dúzia de accionistas, co-responsável pelo aumento da obesidade infantil e diabetes, utilizadora de Aspartano nas versões light (um veneno legal graças aos lobbies dos grandes grupos económicos ligados à alimentação) , etc. Estes anúncios mostram bem que o dinheiro compra bons anúncios criados pelas agências de topo. Tem graça que no início do seu lançamento os anúncios da Coca Cola destinavam-se a uma classe burguesa, a adultos. Mais tarde viriam a descobrir que o grande filão estaria nas camadas mais jovens e que a felicidade (ensejo universal do ser humano) seria um excelente tema comercial.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds