Terça-feira, 10 de Janeiro de 2012
por Alexandre Guerra

 

Soldados britânicos depois de terem sido deixados por um helicóptero na base de Sangin, Helmand/Foto tirada a 13 de Julho de 2007 por João Silva 

 

"Desde que fui lá em 1994, durante a guerra civil, apaixonei-me logo pelo país e a ironia é que, anos mais tarde, fiquei ferido e deixei uma parte de mim lá", disse o fotógrafo português João Silva à agência Lusa, por ocasião da abertura da sua exposição no Centro Português de Fotografia no Porto e que se prolonga até 25 de Março, na qual se poderá ver o seu trabalho, fruto dos dez anos em que esteve no Afeganistão ao serviço do New York Times.

 

João Silva, que reside na África do Sul e tem uma longa experiência em cenários de conflito, foi, em Outubro de 2010, vítima de uma explosão de uma mina no Afeganistão, que lhe fez perder as duas pernas abaixo do joelho.

 

Precisamente um ano anterior, mais concretamente a 29 de Outubro de 2009, o autor destas linhas destacava noutro espaço uma das suas fotografias no Iraque. Mais recentemente escreveu um texto sobre o famoso The Bang Bang Club, do qual João Silva fazia parte. 


tiro de Alexandre Guerra
tiro único | comentar | gosto pois!

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds