Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012
por José Meireles Graça

DIAP de Lisboa ordenou inquérito para autópsia de alegado homicida


Vejamos: i) Inquérito à autópsia? Mas já está feita, a autópsia?; ii) Para fazer autópsias é necessário um inquérito?; iii) O médico-legista deve autopsiar o inquiridor, tendo o necessário cuidado prévio de o assassinar?


A Lusa, ou o i, devem urgentemente esclarecer estas dúvidas, até porque se vêm somar à que já existe sobre se o alegado homicida não terá sido suicidado.

tags:

tiro de José Meireles Graça
tiro único | comentar | gosto pois!

1 comentário:
De Desconhecido ALfacinha a 18 de Fevereiro de 2012 às 18:21


Ora ora, a Lusa é apenas um reflexo do pais que fizemos (todos nós) e que é extraordinariamente óbvio. Ora vejamos:

O homem, foi transferido de Beja para Lisboa por razões que advêm da sua própria segurança pelo que ficamos a saber que em Lisboa não são mais competentes - ou profissionais - do que em Beja, independentemente dos meios que tenham á sua disposição...

A Lusa limita-se a alinhar pelo mesmo exacto diapasão nacional.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds