Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012
por jfd

O Portugal da comunicação social está estúpido. Parvo. Atónito. Espantado.

Continua sem saber como reagir a um Primeiro-Ministro que é responsável, consequente, tranquilo, eloquente, empenhado e preocupado. Quando fala de improviso, diz o que pensa e pensa no que diz, falando para o país e para o mundo. Fala para os políticos e para o povo. Quando é necessário e quando convém.

O Portugal da comunicação social quase se assemelha a uma conversa de café de quaisquer pundits de terceira linha ou qualquer timeline reaccionária desejosa de fogo posto, vidros partidos e desordem geral nas nossas ruas.

Faz confusão a ordem reinante. Faz confusão o aceitar de sacrifícios. Faz confusão que se diga que ainda vamos piorar mais antes de melhorar de facto. Faz confusão que, como já disse, não se tenha alterado o fado deste país em menos de um ano de Governo. Fado esse que já tem centenas de anos. Governo este que nem oito meses tem.

O Portugal da comunicação social quer é casos. Comporta-se como líderes sindicalistas de linha dura mas com a k7 convertida em digital.

É o apupo, a manipulação, a manifestação, a segurança reforçada, a retenção retroactiva, o desafio, a clivagem, o desespero, a desgraça, o abuso. É sempre o ponto, nunca o contraponto. É sempre o mau, nunca o bom. É sempre o esforço, nunca a recompensa.

É sempre animar, entreter, cativar, vender e explorar. 

Felizmente a caravana, e a bem de todos nós, vai passando.


tiro de jfd
tiro único | comentar | gosto pois!

3 comentários:
De k. a 20 de Fevereiro de 2012 às 15:28
Blablablablabla
blabla
bla

Outra sugestão para combater as gorduras do estado: Contratar uma minhota de barba rija para defender o passos coelho, em vez dos 15 policias.

E por favor, o homem é da linha de sintra, deve saber defender-se


De jfd a 20 de Fevereiro de 2012 às 15:35
Meu caro, o directo feito de Gouveia para o Jornal da tarde foi excelente. Ouvir aquele PM é refrescante e reconfortante. Infelizmente para os outros serviços noticiosos da noite não passou na integra como na tarde. Não convinha, pois a única ponta de polémica seria a não confrontação de uma questão pertinente de uma jornalista sobre a atitude do PM versus a do PR.

O que dizes ser bla bla bla é uma das melhores atitudes jamais vistas de um PM na democracia Portuguesa.

Eu peco pela paixão e por escrever em cima do acontecimento. A história tratará de retratar estes anos determinantes para este nosso Portugal.
Tanto Sócrates como Passos Coelho serão dois grandes protagonistas.


De AEfetivamente a 22 de Fevereiro de 2012 às 21:04
Não sou PSD nem nada que se pareça mas gosto de Passos Coelho, do seu estilo. Confunde-se tranquilidade, educação e espontaneidade com ingenuidade, caráter frouxo, enfim, ridículo. Anda tudo a precisar de serenar...dizem o óbvio, o fácil. Opinar é fácil, refletir é que não. E olhe que vão embora 2 subsídios da minha conta este ano...razões não me faltavam para cair na maledicência.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds