Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012
por João Gomes de Almeida

 

DN - Durante o debate que assinalou cem dias de Governo, o primeiro-ministro não o conheceu. Perguntou mesmo se se chamava Jorge. O que acha dessa situação?

 

JLP - É verdade, não me conhece. Mas o primeiro-ministro também disse que penitenciava a cultura. E o facto de o primeiro-ministro não me conhecer é sinal da falta de atenção à cultura. Afinal de contas, ele não tem de me conhecer. Sou apenas um escritor português traduzido em 20 idiomas e com milhares de exemplares vendidos...

 

José Luís Peixoto, em entrevista do Diário de Notícias, depois de José Sócrates ignorar quem ele era.


tiro de João Gomes de Almeida
tiro único | comentar | gosto pois!

3 comentários:
De António C. Mendes a 27 de Fevereiro de 2012 às 10:20
O Zé Luis é um rapazão das Galveias, do melhorzito que este pais por cá tem.
Não sou do seu quadrante politico, se é que, ele me permite enquadra-lo em algum quadrante politico. Mas é lê-lo. O que não falta na sua escrita são quadrantes. Com certeza que para seu esclarecimento, mais do que desilusão, depressa percebeu a "pinta" do interlocutor e, com certeza também, depressa dai se desprendeu. Como se diz na sua região:
- Zé atão que há?
- Há de tudo!
É engraçado que, este foi um dos primeiros episódios em que o nosso mais ilustre estudante de filosofia se começou a revelar.


De k. a 27 de Fevereiro de 2012 às 10:52
quem?


De Pedro Correia a 27 de Fevereiro de 2012 às 18:05
A fotografia comprova que a temperatura ambiente neste mês tem estado muito acima dos valores normais para a época.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds