Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Forte Apache

Billy, lamento, mas eu não vou

Judite França, 13.03.12

Os «Smashing Pumpkins» estão confirmados para a edição deste ano do Rock In Rio. Sim, é verdade: o Rock in Rio vai ter rock – o que nem sempre aconteceu –, mas eu não os vou ver como habitualmente. Seja em formato Smashing, Corgan a solo ou em projetos que morreram prematuramente não perdi nada. Até agora.

 

Agora, os Smashing vêm a Portugal e eu não vou a correr comprar bilhetes. Como fui no passado mês de Dezembro. E antes disso, e antes disso, e antes disso… (já perceberam a ideia).

 

Da lista de concertos previstos para o festival, gostaria de ver o «boss», de facto. Mas o que me custa mesmo é ir ao Rock in Rio. Há embirrações que não são superáveis, mesmo que, em anos passados, as tenha dobrado.

Com a idade a coisa piora: e nem os Smashing me arrastam ao Parque da Bela Vista – um festival «verde», que distribui mais propaganda e merchandising em plástico não biodegradável (resiste e duradouro durante 50 anos) do que outro qualquer em Portugal.

Billy Corgan, lamento. Mas desta vez, eu não vou.

PS: Pedro, cá está o primeiro post, como prometido. Obrigada por abrires a porta do forte. E a propósito disso, uma música que fala sobretudo de índios.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Judite França 14.03.2012

    «Ó índio?! Ó índio!» :)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.