Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Forte Apache

Greve geral e Feriados

Miguel Félix António, 26.03.12

Qual é a similitude entre a greve geral e os feriados? Simples, a sua banalização. E quando se banaliza qualquer coisa, ela perde todo o sentido e ninguém lhe liga.

 

Temos muitos feriados e por isso ninguém lhes liga, salvo se houver dinheiro para gastar nas catedrais do consumo ou se estiver bom tempo para ir para a praia. Aí todos valorizam o feriado, mas não pelas razões pelas quais o dia é feriado.

 

O feriado tem que ser pela sua própria natureza, um dia extraordinário, precisamente porque assinala um facto ou circunstância excepcional. Que merece ser comemorado e devidamente assinalado. Não para se fazer o que se pode fazer em qualquer dia de férias, ou em qualquer dia de descanso semanal. A grande maioria dos feriados que temos em Portugal estão banalizados e uma larga maioria de portugueses nem imagina o que se comemora. Se queremos feriados dignos do nome, porque eles expressam algo com profundo significado, temos que os racionalizar.

 

O mesmo com a greve geral. Banalizaram-na e tiveram a resposta no passado dia 22. Quase ninguém, excepto meia dúzia de instalados que ainda não perceberam os novos tempos, lhe passou cartão!

1 comentário

Comentar post