Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Forte Apache

Com arrependimento sincero, perdoamos um bocadinho

José Meireles Graça, 30.03.12

"O antigo ministro Teixeira dos Santos disse compreender as exigências pedidas pela Alemanha e afirmou que a questão não é o que Berlim deve dar, mas o que é que Portugal tem que dar em troca."

 

Está bem, Teixeira, "compreender as exigências pedidas" parece mesmo coisa tua, a menos que seja do jornalista - a gente percebe a ideia.

Mas isto é curtinho: se dizes agora o que nunca deste mostras de saber, é porque valores mais altos se alevantavam. Imaginamos quais foram esses valores, mas não conhecemos os detalhes, pá. Por isso, deixa lá essas conferências com os outros adiantados mentais europeístas (disso há aos montes, é conversa para boi dormir), e conta - queremos detalhes sumarentos.

Se o nosso Presidente já escreveu sobre o ror de vezes que preveniu, e avisou, e admoestou, e mais não tinha poderes executivos na matéria, tu, Teixeira, deves ter coisas para narrar de arrepelar os cabelos.

É isso que queremos. Se fores sincero, pode ser que a gente te perdoe um bocadinho.