Terça-feira, 20 de Setembro de 2011
por João Gomes de Almeida

 

A verdade é que, na altura certa, Pedro Passos Coelho não se coibiu de se recusar a fazer campanha ao lado de Alberto João Jardim e de lhe tecer as mais duras críticas. Quem o diz não sou eu, são os jornais e as palavras de PPC na RTP. O nosso primeiro-ministro fez, em poucos meses, mais pela democracia na Madeira do que José Sócrates ao longo de seis anos. Esta é a verdade dos factos.


tiro de João Gomes de Almeida
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De jfd a 20 de Setembro de 2011 às 23:51
Caro João é de facto um marco na política deste PSD embora não seja nada de extraordinário por parte deste Primeiro-Ministro. Diferente só seria de esperar por quem nele não acredita e por quem não anda de olhos abertos e ouvidos atentos...


De Ulisses a 21 de Setembro de 2011 às 00:27
Deixa-te de merdas. Que é que faz o partido perante um militante que aldraba assim o povo?


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds