Domingo, 13 de Maio de 2012
por jfd

Pois é, caros do Jugular. De facto, o Tiro pela Culatra.

Que bonito é brincar às frases e palavras e tirar as coisas de contexto.

Que bonito é não ver the big picture mas sim fazer análises de ocasião que servem de gasolina para uma fogueira que lentamente consumia o nosso país e que este Governo nada mais tem feito que, com cabeça estruturada e sustentada, atirado água.

Que bonito que é ver Seguro no seu novo discurso alimentado desde as pilhas novas compradas em Paris. Esqueceu rapidamente o antigo.

Que prestígio para aquilo que sempre foi, ao lutar com aquilo que agora é e terá de ser a bem de todos nós.

Pedro Passos Coelho falou. Para um novo Portugal. Para aquilo que temos de ser. Deixar de ser coitadinhos. E avançar para a frente.

Como pais, filhos, avós, netos, sobrinhos, temos um dever para com os nossos familiares e com o nosso futuro. Não baixar os braços e ao invés de ir pedir pelo fim do capitalismo, encarar os novos tempos como o mais corajoso dos forcados. Esta é a hora de acção e de mudança e não de repetição de fórmulas e discursos passados.

 

 

(...) Defendi que tudo deveríamos fazer para transformar as crises numa nova oportunidade (...)


tiro de jfd
tiro único | gosto pois!

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds