Quinta-feira, 31 de Maio de 2012
por jfd

Ouvir Ricardo Costa na SIC comparar o que se passará em Portugal com o que se passa pelo Reino Unido. Tentando desmitificar o argumento da guerra empresarial socorrendo-se dos exemplos do The Guardian e da guerra com a News corp. Ainda por cima, todo revoltadinho e ressabiado, só me dá vontade de rir. Rir do que diz e cada vez mais ter pena do que faz com um Jornal com o qual, e como já disse, aprendi a conhecer Portugal, a sua política e economia.

Expressões como "toda a gente sabe" e "a verdade neste caso é" ou "essa guerra é pública" ficam-lhe muito mal. Parece conversa de um qualquer jfd que por aí bloga...

A impressa anda em guerra com a ongoing. Diz ele, e repete a SIC em todos os seus serviços noticiosos sem parar, desde que falou Ricardo Costa.

E depois fala da liberdade de qualquer cidadão?

"isto é brincar com as pessoas" ?

Vá atirar areia aos olhos de outro.

Vergonhoso. E não porque ataca o Governo, porque a isso já estamos habituados e isso toda a gente sabe. Vergonhosa é a utilização do espaço noticioso para a tal guerra que é [passou a ser verdadeiramente] pública, servindo os interesses dos accionistas do grupo impresa e não de informação do povo que vive em perigo eminente de falta de liberdade de expressão.

 

Nos EUA existe uma boa prática. Exemplifico: Houve um problema com um avião da Air Canada que levantou voo, rebentou um motor e logo voltou à pista. Caíram pedaços do motor em cima de carros. O Jornalista no Today Show na NBC reportou e ao indagar se os motores seriam GM, não deixou de referir que a NBC faz parte da GM.

Para bom entendedor...

 


tiro de jfd
tiro único | gosto pois!

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds