Terça-feira, 19 de Junho de 2012
por jfd

Lê-se assim no Expresso, edição on-line, hoje pela tardinha. Sim cara Catarina. O Expresso, sempre ele. Nutro porventura, da mesma simpatia que terás pela linha editorial, que considero paradoxalmente fora e, ao mesmo tempo, dentro do armário. Por vezes a veia de oráculo chega a ser por demais surreal.

Desta vez diz-se haver um relatório de técnicos da ERC. Desmentido por esta. Mas aquele terá ainda de ser votado naquela. Claro está que é facto jornalístico realçar que o Ministro tem na ERC uma amiga. Facto do mais relevante que existe. Enfim. Mas o que espera o jornalista do Expresso? Que a ERC vote contra um alegado documento contendo factos que a própria encomendou? Documento esse que vai de encontro aquilo que o Expresso fez questão de fazer rodar e rodar nas suas páginas? Até gente anónima de esquerda estranhou tanta afinidade com o assunto!

Quero acreditar que a ERC não é o Público, e que na ERC não se passará aquilo que naquele diário passou cá fora e indignou muito boa gente.

 


tiro de jfd
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De k. a 20 de Junho de 2012 às 09:42
A ERC também ilibou o socrates de pressões sobre o afastamento da Manuela Moura Guedes.

É a ERC "boa", e o Miguel Relvas foi correctamente ilibado, e o PSD andou anos a fazer chinfrin demagogico, ou

É a ERC "má", e o PSD pode colocar o Miguel Relvas no mesmo patamar que coloca o socrates?


De jfd a 20 de Junho de 2012 às 09:44
O ponto aqui é o Expresso. Está claro meu caro.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds