Domingo, 22 de Julho de 2012
por Carlos Faria

 

Fui inesperadamente desafiado por Rodrigo Saraiva e Fernando Moreira de Sá a integrar o regimento do Forte Apache.

Não me parece fácil a um recruta de sangue Açoriano, nascido em terra de iroqueses  e residente numa ilha a quase 2000 km da Capital defender melhor este blogue, mas como não tenho por hábito recusar dificuldades e habitualmente lamento que neste País a comunicação social e a blogosfera nacional se centrem demasiado em torno do que se passa em Lisboa, aproveito a oportunidade de contribuir para mudar este estado de coisas.

Após uns anos na blogosfera insular aqui e aqui, agora cumpre-me também defender o Forte Apache e levar ao Continente reflexões do que se passa nos Açores, mas sem esquecer o resto do País. Não excluo a hipótese de me aventurar em dissertações sobre as minhas paixões: Ciências da Terra, Ambiente, Literatura, Música Erudita e Viagens.

Espero que os meus contributos sirvam para fortalecer este Forte e torná-lo alvo de mais interessados sobre o que neste regimento se vai escrevendo. 


tiro de Carlos Faria
tiro único | comentar | gosto pois!

14 comentários:
De Os Açores explicados aos continentais a 22 de Julho de 2012 às 11:42
http://www.youtube.com/watch?v=W-JaUSW4gpc




De Carlos Faria a 22 de Julho de 2012 às 11:47
Embora essa visão seja mais micaelense que faialense o video está engraçado.


De Ana Rita a 22 de Julho de 2012 às 11:52
Com certeza vais trazer mais audiência a este forte.


De Carlos Faria a 22 de Julho de 2012 às 14:03
Obrigado pela capacidade que me dás?


De fado alexandrino a 22 de Julho de 2012 às 12:02
Eu acho que só há música.
É preciso alguma licenciatura para a outra?


De Carlos Faria a 22 de Julho de 2012 às 14:06
Se houver só música ao menos que seja boa... a licenciatura não é preciso para o que quer que seja, exceto para o reconhecimento que alguns pretende que o canudo garante.


De fado alexandrino a 22 de Julho de 2012 às 15:42
Obrigado.
Toda a música é boa, a verdade está no ouvido de cada um.
Classificar a nossa de boa e a de outros de má e, penso eu de que, um postura intelectual.
Ora Mozart, só para dar um exemplo, não tinha nada de intelectual, como ele dizia, "para mim fazer música é como uma porca mijar".
Cumprimentos.


De Pedro Correia a 22 de Julho de 2012 às 22:00
Bem-vindo, Carlos. Um abraço.


De Carlos Faria a 22 de Julho de 2012 às 23:08
Obrigado...


De Rodrigo Saraiva a 22 de Julho de 2012 às 22:40
welcome ao Forte Carlos. Venham de lá esses tiros transatlânticos :) abraço


De Nelson Mendes a 23 de Julho de 2012 às 01:47
Parabéns pela descentralização transatlântica.


De Carlos Faria a 23 de Julho de 2012 às 09:59
Obrigado


De Maurício Barra a 23 de Julho de 2012 às 09:12
Muito bem vindo. O lado mais ocidental do forte é um posto de respeito.


De Carlos Faria a 23 de Julho de 2012 às 10:02
Uma das frente onde se avizinham próximos combates


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds