Quinta-feira, 26 de Julho de 2012
por José Meireles Graça

Daniel Oliveira resolveu não querer compreender o que Passos Coelho disse, porque o disse, em que contexto o disse. Vai daí, lança-se numa extensa e desnecessária defesa da Democracia, que Passos não pôs, de nenhuma forma, em causa.

O exercício não me parece inteiramente honesto: fazer-se de parvo para ganhar um ponto a encher colunas de jornal pontificando sobre a irrefragável incapacidade de Passos, e portanto da "Direita", para entender o regime democrático é, entre outras coisas, pouco ... democrático.

Ia escrever sobre isto. No entretanto tropecei neste texto de uma Amiga e confrade, que explica a coisa superiormente. Dispenso-me assim de elaborar: nunca ninguém me viu a mudar um pneu se tiver ao lado quem mude pneus melhor do que eu.


tiro de José Meireles Graça
tiro único | comentar | gosto pois!

1 comentário:
De Floriano Mongo a 26 de Julho de 2012 às 17:11
Comentar sobre o que o Daniel Oliveira diz ou não diz, é baixar a medida. É dar-lhe uma importância que ele não tem nem nunca terá. O que é que interessa a opinião de DO? Afinal, quem é DO?


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds