Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Forte Apache

Importa-se de repetir? (X)

Sérgio Azevedo, 04.08.12

António José Seguro afirmou hoje, a propósito da possível privatização da TAP, que "a TAP não é do Governo, a TAP é do país". O que me leva a perguntar:

 

De quem eram os 454 milhões de euros atribuídos, entre 2008 e 2010, à Fundação para as Comunicações Móveis?

De quem eram os 16.800 milhões de euros de divída do sector dos transportes?

De quem eram os milhares de euros gastos em inaugurações de troços de estradas negociadas sob a forma de PPP que depois deram no que deram?

 

Do Governo ou do país?

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Sérgio Azevedo 04.08.2012

    É tudo do país. O meu ponto é a falta de equidade e de seriedade nas declarações de António José Seguro. A possível privatização da TAP, ou de outra empresa publica qualquer (aliás sob recomendação/imposição das entidades externas) apenas se deve, no actual cenário, ao esbanjamento cego que muitos querem fazer desaparecer. Se não tivéssemos gasto milhões em festins, em distribuições de Magalhães , em mobilidades eléctricas, em PPP's , em mordomias de empresas publicas, entre outras, talvez hoje as coisas fossem diferentes...
    O que choca são estas declarações popularuchas que de uma maneira ou de outra servem como um lavar de mãos sobre o actual estado da coisa.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.