Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012
por Judite França

As declarações de Paulo Portas ao «Expresso» fazem lembrar as de um casal disposto a dar mais uma oportunidade à relação. Vai uma renovação de votos para firmar a união? Ou é preciso uma ida a um conselheiro matrimonial antes que a votação do Orçamento dê em divórcio?

 


tiro de Judite França
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De eirinhas a 3 de Setembro de 2012 às 16:45
Diz-se que a mulher é o elo mais fraco na relação.Não sou machista.Mas,neste caso,acho que a mulher está a ser muito exigente e interesseira.E,como não sou machista,mas também não dou a outra face,acho que o Passos Coelho se deve saber impor,o que,no meu entendimento,não o tem sabido fazer.


De Judite França a 3 de Setembro de 2012 às 21:45
Sou obrigada a discordar com esse modelo de relação, no sentido lato e sobretudo atual.

Sobre este tipo de relação, em concreto, é tudo uma questão de negociação de poder. Quem pode, pode. Em qualquer relação.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds