Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Forte Apache

A insustentável maçada do não-ser

José Meireles Graça, 06.09.12

Conheço algumas pessoas que dizem que gostam de Manuel de Oliveira; e muitas que não gostam. Por humilhante coincidência, as primeiras são da variedade intelectual e as segundas grunhos como eu. Mas nunca li uma referência de crítico encartado que não consistisse em pôr a obra nos cornos da Lua e em taxar o autor de "génio".

 

Há tempos, queixei-me timidamente por Manuel de Oliveira me vir periodicamente ao bolso para ter meios para expectorar mais duas horas de interminável tédio. Um impotente resmungo meu: paga e não bufes, os entendidos é que sabem.

 

Constatei hoje, com indisfarçável prazer, que ele há entendidos e entendidos.