Quinta-feira, 6 de Outubro de 2011
por Ricardo Vicente

A telenovela portuguesa Equador "estreou-se 2.ª-feira na TV pública brasileira" (segundo o DN, aqui).

 

"Se estivessem no Brasil ontem à noite a ver televisão, Alexandra Lencastre, Nicolau Breyner, Maria João Bastos, Marco d'Almeida e Filipe Duarte não teriam reconhecido as suas vozes assim que começou o primeiro episódio de Equador. É que a série da TVI, adaptada da obra de Miguel Sousa Tavares, estreou-se na estação pública brasileira, TV Brasil, e foi dobrada" (do DN, o "bold" é meu).

 

A dobragem, propositadamente ou não, é sempre uma forma de mutilar a identidade cultural dos outros. Neste caso, de nós portugueses. Uma vergonha!

 

Como sempre em matéria de discriminação, perdem todos, os que discriminam e os discriminados, o Brasil e Portugal. Importa aqui dizer que brasileiros não faltam que prefeririam ouvir a telenovela portuguesa na versão intacta.


tiro de Ricardo Vicente
tiro único | comentar | gosto pois!

5 comentários:
De Nuno Oliveira a 6 de Outubro de 2011 às 22:37
Ricardo,
era isso ou legendas.
Parece que o Acordo Ortográfico não surte grande efeito...


De Ricardo Vicente a 7 de Outubro de 2011 às 11:00
Legendas, claramente, legendas! As legendas não têm nenhum defeito e só têm vantagens em relação às dobragens.

O acordo ortográfico é uma tristeza inventada para dar dinheiro a um conjunto de especialistas. Mais valia ter-se-lhes pagado 75% do que receberam para ficarem calados.


De João Marcos a 24 de Fevereiro de 2012 às 11:14
Ricardo, sou brasileiro e não tive oportunidade ainda de assistir a novela Equador. Há uns anos atrás foi transmitida aqui no Brasil outra novela portuguesa cujo nome não me lembro, mas lembro-me bem que também era dublada. A dublagem é algo extremamente comum na TV aberta brasileira. Aqui, exceto alguns poucos filmes transmitidos em TVs educativas, em geral, tudo é dublado (filmes, séries, desenhos animados, novelas estrangeiras).

Compreendo a indignação por parte de um português, mas temos que entender o seguinte: os brasileiros têm dificuldade de entender a pronúncia portuguesa. Vossa pronúncia privilegia as consoantes, omitindo muitas vogais. Aqui, falamos de forma mais rítmica e pronunciamos praticamente todas as vogais. Além disso, algumas vogais pronunciadas por portugueses soam de forma estranha aos brasileiros. Esses dias estava ouvindo uma canção da Mafalda Veiga e tive que ir ao Google pra entender que ela dizia "maré cheia" (pra mim soava algo como "marachaia").

Não sou nenhum especialista no assunto, mas tenho minhas teorias do porque da nossa dificuldade em entender-vos. A principal delas é a falta de hábito. Há uma quase completa ausência do sotaque português nos meios de comunicação do Brasil. Não conhecemos quase nada do que é produzido culturalmente em Portugal. Aqui não chegam vossos filmes, músicas, séries, programas de TV. E não é só com Portugal. Não estamos habituados a ouvir sotaques estrangeiros, de forma que a maioria dos brasileiros não são capazes de diferenciar um português de um angolano.

Concordo que a novela poderia ser transmitida com legendas, mas te digo que isso iria espantar quase toda a audiência dessa novela (que já deve ser pequena, pois a TV Brasil não é uma das principais emissoras brasileiras).


De Brasileiro a 17 de Outubro de 2012 às 21:08
Concordo em gênero, número e grau com o João Marcos.
Infelizmente, nós brasileiros temos grande dificuldade para compreender a linguagem falada dos portugueses. Eu mesmo tenho a impressão de que vocês falam "engasgando" as palavras, não pronunciando claramente as vogais, ou pronunciando-as de maneira diferente. Por exemplo, quando vocês pronunciam a palavra "brasileiro", soa como "brasilairo".

Enfim, o João Marcos explicou a situação de maneira muito mais didática e fiel à nossa realidade aqui no Brasil. Tenho mais de 30 anos e só hoje, procurando filmes dublados (dobrados) é que me surgiu a curiosidade em saber se vocês em Portugal utilizavam nossas dublagens ou se teriam dubladores próprios, uma vez que, pesquisando filmes no Google, eu nunca recebi um resultado de filme dublado em português de Portugal. Aliás, eu não sabia que vocês chamavam dublagem de "dobragem", descobri lendo um artigo na Wikipédia.

A propósito, sempre tive a curiosidade de saber se vocês portugueses compreendem claramente todas as palavras que nós brasileiros falamos, já que o contrário não ocorre.

Nossas dublagens - ou dobragens - não ocorrem por preconceito, mas é cultural mesmo, especialmente no caso de nossa TV aberta, onde 99,9% do conteúdo estrangeiro é dublado em português brasileiro.

Um abraço!


De regis a 12 de Abril de 2015 às 04:43
no brasil é obrigatório exibir só conteúdo dublado na tv aberta


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds