Quarta-feira, 12 de Setembro de 2012
por Rodrigo Saraiva

No post abaixo o Luís refere:

No ruído de fundo, está a ser pouco valorizada a boa notícia de haver mais tempo para controlar as contas públicas, sem mais dinheiro, o que significa que o Governo e a troika julgam haver boas hipóteses do país poder regressar aos mercados em Setembro de 2013.

 

Junte-se este artigo de Camilo Lourenço onde refere:

Confesso que não entendo como é possível ignorarmos (analistas, políticos, opinion makers, etc) uma vitória como esta. Sim, porque é uma vitória (alguns cépticos até já dizem que é provável o regresso aos mercados em 2013…). Há muita coisa por fazer (estimular o investimento, reduzir o desemprego, aumentar a produtividade, voltar a crescer)? Sem dúvida. Mas para um país pequeno, que não gera capital suficiente para se desenvolver, convencer os investidores (em tão pouco tempo) que lhe podem voltar a emprestar dinheiro, é obra. Repito: é obra. Convinha que valorizássemos isso.


tiro de Rodrigo Saraiva
tiro único | comentar | gosto pois!

1 comentário:
De k. a 12 de Setembro de 2012 às 21:12
Tretas, vitória seria baixar a taxa de juro que nos cobram - ao dar mais tempo, a troika está apenas a assumir que a "sua receita" é uma treta; Veja-se o que eles disseram, que "o programa é do governo portugues", estão a ver que isto está a ser grecificado e estão a ver se disfarçam.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds