Quinta-feira, 27 de Setembro de 2012
por Carlos Faria

Alguns deputados socialistas sugeriram a demissão da Paula Teixeira da Cruz, por ter dito que ninguém «ninguém está acima da lei», que «tudo deve ser investigado» e que «acabou o tempo» em que havia «impunidade».

Será que com isso queriam dizer que há socialistas acima da lei, que não devem ser investigados e para os quais se deve preservar a impunidade?

 

Efetivamente se pensavam isso, tal talvez possa justificar alguns comportamentos difíceis de compreender, nomeadamente ao nível as renegociações de algumas ppp... eu por mim subscrevo o que disse a atual ministra da Justiça e que se as investigações descobrirem culpados, estes não saiam impunes, sejam socialistas ou não.


tiro de Carlos Faria
tiro único | comentar | gosto pois!

11 comentários:
De Marão a 27 de Setembro de 2012 às 21:49
e que «acabou o tempo» em que havia «impunidade».
Isto está a mais e ainda por cima na actual conjuntura soa a tiro no pé. Lamenta-se que a Senhora Ministra não tenha tido a noção de que com tal tirada iria fornecer de borla argumentos para contestação. Ao fim e ao cabo fica a dúvida se Passos Coelho é mais vítima de uma oposição mais de salivar o próprio veneno, ou de quem o rodeia como Relvas e esta Ministra a entregarem o oiro ao bandido. E com muita família política influente a ajudar à festa.


De Carlos Faria a 27 de Setembro de 2012 às 22:57
Pois, ainda há quem pense que chegámos até aqui só com inocentes...


De k. a 28 de Setembro de 2012 às 09:04
é perfeitamente legitimo investigar ex ministros (duarte lima, anyone?)

já não é legitimo atacar a presunção de inocencia, e lançar suspeição sobre pessoas que tecnicamente não estão acusadas de nada - ESPECIALMENTE PELA MINISTRA DA JUSTIÇA.


O autor do post defende que se viva num estado de direito, ou não?


De Carlos Faria a 28 de Setembro de 2012 às 10:19
Duarte Lima não foi investigado em atividades desempenhadas como ministro.
Aliás, penso que em todas as classes e funções existem pessoas investigadas e acusadas de crimes na sua atividades, mas não conheço ministros e secretários-de-estado acusados de crimes nestas funções ao longo das últimas décadas. Parece até que todos os acusados de corrupção no seu dia-a-dia que foram governantes não tiveram nada de desonesto no seu exercício de funções governativas ;-) Interessante! Não?
A ministra até teve o cuidado de salvaguardar que não se estava a referir a nenhum caso em concreto ao nível da impunidade, por isso, apenas foi genérica num princípio básico de justiça de que ninguém está acima da Lei e todos podem ser investigados.
Será que estamos mesmo num estado de direito e a justiça protege mesmo todos da mesma forma? Dá para refletir, mas não dá para responder num sim ou não.


De k. a 28 de Setembro de 2012 às 12:26
A leonor beleza chegou a ser investigada por causa do caso dos hemofilicos (era responsavel politica, mas duvido que tivesse culpa judicial)

O nobre guedes foi involvido no caso dos sobreiros abatidos (epah, "atropelaram" uns procedimentos- mas era por causa de um PIN. Curiosamente, o freeport tambem era um PIN. Moral da historia "se és ministro, não tenhas projectos de interesse nacional, que só te f..prejudicam)

so dois casos, mas há muita gente "grelhada" por ai


De Carlos Faria a 28 de Setembro de 2012 às 12:50
2 investigados, zero culpados como referiu e muitos "grelhados" nesta comunidade de pessoas são todos presumivelmente inocentes


De Angelo Silveira Pereira a 30 de Setembro de 2012 às 00:17
Sr. Carlos Faria, penso que interpretou mal as palavras dos deputados socialistas e conclui, em forma de pergunta, com uma acusação pouco digna e... o sr. o saberá melhor do que eu, falsa.
Cumprimentos



De Carlos Faria a 30 de Setembro de 2012 às 11:05
Típico, quando não convém discutir o que foi dito, é má interpretação.


De Angelo Silveira Pereira a 30 de Setembro de 2012 às 23:34
Sr. Carlos Faria, é esta frase que o sr. pretende que se discuta?
"Será que com isso queriam dizer que há socialistas acima da lei, que não devem ser investigados e para os quais se deve preservar a impunidade?"
"Preservar a impunidade" pressupõe que se está impune. Consegue provar o que afirma de modo tão ligeiro e... felizmente, inconsequente?
Cumprimentos


De Carlos Faria a 1 de Outubro de 2012 às 14:07
Veja os meus comentários ao k. e terá a razão das minhas suspeitas de impunidade das pessoas referente aos períodos de exercício de cargos nos governos nos últimos 38 anos... o que até a ministra da justiça sem referir-se a nenhum caso concreto assumiu.


De Angelo Silveira Pereira a 3 de Outubro de 2012 às 00:13
Sr. Carlos Faria, se era para generalizar a percepção da impunidade que cobre os políticos ao longo destes 38 anos, não percebo a ênfase que colocou nos socialistas. O fundamental desta questão (post) reside no comentário político (pouco edificante) da sra. Ministra da Justiça a um problema de justiça. Quanto ao resto... basta ouvir o sr. Marinho Pinto, recomendo eu.
Cumprimentos


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds