Domingo, 9 de Outubro de 2011
por Pedro Correia

 

António José Seguro cometeu um clamoroso erro estratégico: participou, com grande protagonismo mediático, na campanha eleitoral da Madeira. Fica, portanto, directamente ligado ao catastrófico resultado obtido pelo seu partido nas urnas: apenas 11,5%. O pior resultado de sempre do PS na região autónoma.

É a vida, como diria um conhecido político português - por acaso também filiado no Partido Socialista.


tiro de Pedro Correia
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De weber a 9 de Outubro de 2011 às 21:50
Caro Pedro,
Completamente de acordo consigo.
Acrescento:
1/Pedro Passos Coelho esteve bem, a lidar com a Madeira e com Jardim;
2/ Jardim, hoje, perdeu em toda a linha;
3/O CDS/PP...o grande vencedor...retira a maioria dos votos a Jardim.
Abraço.


De Pedro Correia a 9 de Outubro de 2011 às 23:42
Registo com agrado a (rara) sintonia, meu caro. De facto, por vezes, pode-se perder ganhando: recuar 16 pontos percentuais e perder oito deputados é uma vitória que soa a derrota. Mas pior que o recuo eleitoral é o recuo na credibilidade política.
Extraordinário, neste contexto, é que o PS não só nada capitaliza como recua também: quatro pontos percentuais! Como é possível?
Aguardarei, nos próximos dias, a leitura certamente estimulante destes resultados eleitorais nos blogues pró-PS. Certamente irei aprender alguma coisa com isso.
Um abraço.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds