Segunda-feira, 12 de Novembro de 2012
por João Espinho

 

Nobre povo este que, nos últimos dias, se rendeu à língua de Goethe. Nos blogs e redes sociais a germanofobia traduziu-se numa estridente tentativa de escrever coisas em alemão, na crença de que algum germânico, ou a alemã, desse ouvidos ao que por aí se foi vomitando. Verdadeiramente ridículos os ódios à Chanceler e a tudo o que vem de Berlim. De tal forma, que se chegou a chamar nazi a todo um povo e, claro, a quem o governa.
Incapazes de perceber as nossas próprias incapacidades, esgotamos energias estupidamente, não olhando para o que é efectivamente essencial.
Aos novos escribas, que tanto se esforçaram por escrevinhar correctamente vocativos em alemão, aconselho umas horas no Instituto Alemão para que possam, no sítio certo, certificar-se da riqueza da cultura alemã e, quiçá, aprender alguma coisa daquela difícil língua. Até lá, tratem-se.

 

(também aqui)


tiro de João Espinho
tiro único | comentar | gosto pois!

2 comentários:
De Daniel João Santos a 12 de Novembro de 2012 às 22:21
bem visto. No entanto, como sou grande apreciador de bolas de Berlim, vou antes à Lusofona que ai dão-me logo equivalência.


De Floriano Mongo a 13 de Novembro de 2012 às 18:39
Na mouche!


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds