Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Forte Apache

Graus de separação

João Villalobos, 18.12.12

  

A coisa explica-se assim: Eu hoje fui ao café local e pedi bica em chávena fria mas veio escaldada. Moro em frente ao Parlamento. Miguel Relvas costuma ir ao Parlamento. De quem é a culpa do meu café mal servido? De Miguel Relvas, pois está claro.

Outro dia, fui ao cinema nas Amoreiras e sucedeu que o filme teve uma paragem inexplicável a meio. Meses antes, sou capaz de jurar que vi Miguel Relvas a sair da mesma sala de cinema. Quem conluiou com Rodrigo Costa para me estragar o visionamento? Pois, obviamente, Miguel Relvas.

Mais: Tenho um amigo que tem por sua vez outro amigo com quem me juraram Miguel Relvas uma vez falou. Esse amigo do meu amigo passou por mim outro dia na Baixa e não me deu bola. Estou certo de que só uma pessoa no universo pode ser responsável por essa desmedida falta de educação. Escuso-me a dizer quem só para os fazer pensar. Aliás, se o mundo acabar mesmo no dia 21 deste mês é porque Miguel Relvas esteve na América do Sul numa vida passada. Só pode.       

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.