Domingo, 13 de Janeiro de 2013
por Fernando Moreira de Sá

Antes do Jogo, comentadores e jornais - o Benfica é melhor, está a jogar melhor, tem mais soluções no banco.

Resultado do jogo: Mais uma época em que o Benfica não consegue ganhar, em casa, ao FC Porto. Nem escolhendo, como foi o caso, o árbitro.

Conclusão: eles são uns treteiros.


{#emotions_dlg.porto}

tags:

tiro de Fernando Moreira de Sá
tiro único | comentar | gosto pois!

6 comentários:
De Knome a 13 de Janeiro de 2013 às 23:20
Queriam escolher um que marcasse um penalty fantasma a v/ favor? Eu sei q o hábito demora a desaparecer, mas a fruta está cara.


De António C. Mendes a 14 de Janeiro de 2013 às 09:53
O Fernando queria qual? Deixe-me adivinhar, o nosso adepto Proênça, não?


De André a 14 de Janeiro de 2013 às 10:53
Se acha que está cara, vá ao Mercado de Benfica, ali ao pé do saudoso Fó-Fó. A julgar pelo piedosíssimo perdão a Maxi Pereira, a Matic, e os incontáveis, ridículos foras-de-jogo marcados ao FCP, o sr. João "Pode Ser" Ferreira mira-se a esta hora ao espelho, com a cabeça ornada ao estilo Carmen Miranda. Penso eu de que.


De Knome a 14 de Janeiro de 2013 às 19:40
Bem pode dizê-lo, deve ter areecada muita, só em perdões ao Moutinho, Mangala e Fernando. O Gaitan o Salvio e o Cardoso pareciam uns Cristos de tanta porrada que levaram. O costume.


De André a 15 de Janeiro de 2013 às 08:44
Sim, é perfeitamente comparável. É exactamente a mesma coisa. O fanatismo benfiquista tem destas coisas - a transfiguração da realidade numa espécie de twilight zone, que só a casta vê. Talvez sejam todos consumidores de alguma substância que o Rui Gomes da Silva venda, e também consuma.

Ajunto que aos 10 minutos, o bandeirinha já tinha ouvido suficiente do Maxi para fazer um dicionário de neologismos eróticos usando mãe alheia. Sem ver qualquer amarelo. E olhe que o seu amigo do cabelo oleoso, grande benfiquista, comentador egrégio na Sic Notícias, dá toda a razão às queixas de Vítor Pereira. Já agora, todos os outros comentadores também dão. E aqueles que são da arbitragem também. Olhe, até dizem que o FCP foi mais equipa, mais coeso. É chato, para quem esperava golear. Isso não interessa nada. É o Benfica; ganha sempre, mesmo quando perde, ou empata; é prejudicado, mesmo quando é beneficiado.

Segundo a paralaxe benfiquista, eu entendo que não fosse assim como o conjunto humano universo-excepto-benfiquista viu (oh, a realidade...). Há uma fasquia fincada nesse olimpo de 2011, numa certa Supertaça, em que deviam ter ido 4 para a rua, por bárbaras agressões (2 pisões, uma deles com o jogo parado e por trás, diante do bandeirinha, 1 cotovelada, 1 entrada com os pitões de ambos os pés cravados nas canelas do adversário).

Por isto aferindo, eu até diria que o Benfica foi roubado; tendo sido privado arbitralmente da habitual exuberância do seu futebol diante do FCP.

Nas palavras do catedrático Jorge Jesus: -Estames conversades.


De Cobarde a 19 de Janeiro de 2013 às 01:38
O jorge nuno tem um blackberry e por coincidência estava a acompanhar o jogo no dito coiso... só por coincidência.


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds