Domingo, 27 de Janeiro de 2013
por Sérgio Azevedo

agradeça-se a Jaime Neves. Paz à sua alma.

 


tiro de Sérgio Azevedo
tiro único | comentar | gosto pois!

5 comentários:
De Caetano a 27 de Janeiro de 2013 às 20:22
Mais um que se foi sem ter sido julgado pelos crimes de guerra de que foi responsável. Quando a verdadeira história da guerra colonial for escrita tal então conheçamos todos os crimes que cometeu e não foram poucos.


De Reaça a 27 de Janeiro de 2013 às 22:09
O único crime deste Homem foi o azar de não ter provocado o 25 de Novembro um ano antes.

Talvez a bandalheira não tivesse chegado tão longe!

Fez o que pôde e o povo inteiro deve ficar grato .


De Ajom Moguro a 28 de Janeiro de 2013 às 10:22
Este Transmontano de rija cepa nunca vendeu a alma ao diabo. Infelizmente é menos um que fica, dos que nunca traem nem sabem desertar. Honrou sempre a farda que aceitou envergar em nosso nome.


De André a 28 de Janeiro de 2013 às 10:43
Evitou um crime de lesa-Humanidade: a instauração de um regime ditatorial comunista cá na choldra. Para quem enche a boca de liberdade e anda sempre com um cravo no rego das nalgas, muito silêncio se escuta entre esses afoitos do folclore libertário. Nem um pio, por exemplo, no Arrastão. Perigoso é esquecer.


De it a 28 de Janeiro de 2013 às 11:43
... e o inferno a quem o perseguiu E PRENDEU por não ser politicamente correcto, ou seja, um bandalho dum esquerdista -como os que nos puserem nesta bancarrota (e noutras)


comentar tiro

Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds