Domingo, 13 de Maio de 2012
por jfd

E a caravana passa.

Enquanto o Expresso faz das gordas o seu ganha pão, pouco eco se faz de uma das maiores batalhas ganhas por este Governo com menos de um ano, no que toca ao reformismo, exactamente pelas mãos do visado MAAP.

Num projecto que sempre disse não desistir, mesmo que o custo fosse a sua carreira política, o MAAP fez aprovar em Conselho de Ministros a reforma do Poder Local. Mexe com cerca de 200 empresas municipais e irão desaparecer entre 600 a 1200 chefias das mesmas de todo o espectro político. Todos os partidos se moveram. Mas este ministro e este Governo não vacilaram. Pois os sacrifícios que são pedidos aos Portugueses são-no em dobro exigidos ao pesado Estado.

Mas que interessa aos senhores pundits, opinioneiros e opinonalistas, sem falar na comunicação social, explicar isto a um povo que se alimenta de gordas e que para lá delas não quer sequer saber?

Este Governo, repito, fez mais em menos de um ano de poder, do que se podia esperar tendo em conta as adversidades. E nós, portugueses, teremos um futuro para o reconhecer. Mas que fique claro: o Governo não o faz sozinho. Tem os portugueses a acompanhar. E por mais que as franjas queiram colocar portugueses contra portugueses e portugueses contra o Governo e ainda todos os estrangeiros que escolheram Portugal para fazer a sua vida, o caminho é o certo.

Mas como eu disse esta é apenas uma batalha, e muitas mais virão. Portugal sério e justo. O prometido será cumprido. O fim da batota como tão bem colocou Pedro Passos Coelho desde que se apresentou a candidato ao PSD pela primeira vez.


tiro de jfd
tiro único | comentar | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds