Terça-feira, 22 de Maio de 2012
por catarinabaptista

Quando estive de visita a uns familiares em Newark comi uma omolete divinal numa espécie de fast-food chamada "Perkins Bakery". Ainda hoje vive em mim a dúvida se aquela coisa tinha mesmo ovos (na América nunca é de confiar). A perfeição da senhora omo e das batatas que a acompanhavam ajudam a amplificar a incerteza.

Quando li a notícia que um tal de Alan Perkins, antigo administrador da empresa proprietária do Freeport, afirmou que foram feitos pagamentos ilegais a José Sócrates (200 a 220 mil euros) para obter a famosa licença ambiental que permitiu a construção do monstro assaltou-me nova dúvida: será que se fazem omoletes sem ovos?

tags:

tiro de catarinabaptista
tiro único | comentar | gosto pois!

por jfd

(...) Antigo administrador da empresa proprietária do Freeport de Alcochete, Alan Perkins, disse hoje que foram feitos pagamentos ilegais a José Sócrates e outro alto representante para obter a licença ambiental necessária para a construção do "outlet"(...)

 

(...) Alan Perkins referiu ainda que as verbas pagas rondavam os 200 mil ou 220 mil euros e que, ao longo do licenciamento, terá havido mais verbas pagas a outras pessoas. (...)

 

sinto-me:

tiro de jfd
tiro único | comentar | ver comentários (9) | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds