Sábado, 12 de Maio de 2012
por Sérgio Azevedo

A Procuradora Cândida Almeida recusa qualquer responsabilidade na prescrição dos crimes praticados por Isaltino de Morais. Faz mal. Se há coisa que corrói a confiança dos cidadãos no funcionamento e nas Instituições de um Estado de Direito, é o sentimento de impunidade. Pode existir desemprego, mais emigração, mais ou menos crise. Mas quando há falta de equidade não há confiança que resista.

Estas declarações são um exemplo de tudo aquilo que não se deseja num Estado de Direito.


tiro de Sérgio Azevedo
tiro único | comentar | ver comentários (1) | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds