Quarta-feira, 11 de Julho de 2012
por Rodrigo Saraiva

NARRATIVA

tags:

tiro de Rodrigo Saraiva
tiro único | comentar | gosto pois!

Terça-feira, 22 de Maio de 2012
por Francisca Prieto

Há determinadas palavras que, depois da geração dos nossos pais, só terão lugar na literatura. Vide ALGIBEIRA.

 

tags:

tiro de Francisca Prieto
tiro único | comentar | gosto pois!

Sábado, 31 de Março de 2012
por Pedro Correia

SUSTENTABILIDADE

Exemplo: «E portanto a uma trajetória de ajustamento gradual, num cenário, claro está, de uma redução da dívida para patamares de SUSTENTABILIDADE que os estados do euro assumem ser um valor da ordem dos 60% do PIB.»

Excerto de um texto do professor João Borges de Assunção

(Jornal de Negócios, 26 de Março)

tags:

tiro de Pedro Correia
tiro único | comentar | gosto pois!

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
por Pedro Correia

As batalhas políticas começam a ganhar-se ou a perder-se no domínio das ideias. E as palavras são fundamentais neste confronto. Tomemos como exemplo a expressão "greve geral", de que tanto se tem usado e abusado por estes dias: até que ponto esta expressão consegue condicionar a realidade, procurando adaptá-la a moldes pré-concebidos?

Nada melhor que submeter as palavras ao crivo dos factos. No próximo dia 29 realiza-se uma greve geral em Espanha. E chama-se justamente greve geral por ser convocada pelas duas principais centrais sindicais do país - a UGT e as Comissões Operárias. Em Portugal, uma semana antes - já amanhã - realiza-se também uma greve. Mas devemos chamar-lhe "geral"? Não. Greve geral foi a de 24 de Novembro. Por ter sido convocada pelas duas centrais - CGTP e UGT. A de amanhã não será uma greve geral, digam os seus organizadores o que disserem. Porque a União Geral de Trabalhadores não subscreveu esta convocatória, apenas assumida pela CGTP, que perdeu 16% dos sindicalizados em quatro anos.

É matéria de facto, não de opinião. Enquanto as palavras valerem o que ainda valem.


tiro de Pedro Correia
tiro único | comentar | ver comentários (2) | gosto pois!

Segunda-feira, 19 de Março de 2012
por Pedro Correia

RECORRIBILIDADE

Exemplo: «A decisão sobre cuja RECORRIBILIDADE se pronuncia o despacho recorrido não veda o acesso do arguido a qualquer material obtido na actividade investigatória.»

Excerto de um acórdão do Tribunal Constitucional citado pelo Expresso

tags:

tiro de Pedro Correia
tiro único | comentar | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds