Quinta-feira, 1 de Novembro de 2012
por Carlos Faria

Pelo menos nos tempos mais próximos parece que o 1.º de novembro deixará de ser o feriado religioso de Todos os Santos. Em paralelo, a noite que o antecede vem desde algum tempo a sofrer a aculturação anglossaxónica e a transformar-se na noite das bruxas ou do halloween.

Nada tenho contra as tradições anglossaxónicas em terras com predominância de cultura inglesa, até porque partilho uma dessas nacionalidades, mas em países católicos latinos deixar-se influenciar por ritos pagãos estranhos, apagando as tradições locais, já é algo que considero ridículo e de falta de brio na cultura de raiz desse povo. Todavia, a hierarquia católica, no conjunto de vários feriados religiosos, optou por manter uma série de vários relacionados com o culto mariano, que não precisa de ser incentivado por estar bem vivo, em detrimento de celebrações fixas no calendário de outras festas litúrgicas. Nisto o Todos os Santos foi um dos sacrificados.

Todos os Santos, mesmo sendo parcialmente desvirtuado pelo aproveitamento do culto dos finados do dia 2 (uma confusão que em nada retirava o caráter cristão da data), esquecendo o comércio em torno do Natal, era o único feriado religioso ameaçado por uma retoma pagã da data e foi precisamente esta ameaça que a hierarquia católica alimentou com a sua opção.

Doravante, a noite de 31 de outubro será cada vez mais halloween para um 1.º de novembro sem santos e quando quiserem trazê-los de volta, talvez tal só sirva para que os festejos pagãos se possam prolongar mais pela noite dentro.


tiro de Carlos Faria
tiro único | comentar | ver comentários (6) | gosto pois!


Regimento
outras cavalarias
tiros recentes
tiros mais comentados
cofre
tags
Arregimentados
Subscrever feeds